Vídeo do ex-jogador Ronaldo foi editado para insinuar que ele declarou apoio a Bolsonaro

Compartilhe

Não é verdade que o empresário e ex-jogador de futebol Ronaldo Nazário aparece em um vídeo dançando uma canção de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PL), conforme é mostrado em postagens nas redes sociais. No vídeo original, publicado no Instagram autenticado de Ronaldo nesta quarta-feira (26), a música que toca é "Just like the wind", e não há qualquer menção a políticos. Na legenda, o empresário pergunta se o público já assistiu ao documentário no Globoplay sobre a sua biografia.

As postagens que disseminam o vídeo editado contam com ao menos 19,1 mil curtidas no Instagram e 9.500 compartilhamentos no Facebook nesta sexta-feira (28).


Selo falso

Vídeo de Ronaldo com áudio falso para afirmar que ele declarou apoio a Bolsonaro

Uma canção que diz “vota, vota e confirma. 22 é Bolsonaro” foi adicionada por meio de edição a um vídeo em que o ex-jogador Ronaldo Nazário aparece dançando dentro de um carro. Na gravação original, publicada na conta oficial de Ronaldo no Instagram na quarta-feira (26), o empresário dança e canta "Just like the wind", música interpretada pelo cantor porto-riquenho Tony Garcia nos anos 1990.

Na postagem, Ronaldo pergunta "Já assistiram ao meu documentário no @globoplay?”. O filme “Ronaldo, o Fenômeno” foi lançado na plataforma na semana passada e mostra a trajetória do ex-jogador entre os anos 1998 e 2002.

Não há registros de que Ronaldo tenha declarado apoio a Bolsonaro nesta eleição. Durante uma entrevista na segunda-feira (25), ele defendeu Neymar por ter assumido o voto no presidente Jair Bolsonaro, mas disse que não iria revelar a sua posição política por ter sido “massacrado” em 2014 ao dizer que votaria em Aécio Never (PSDB-MG), que disputou o pleito contra Dilma Rousseff (PT).

"É uma injustiça muito grande. Sofri isso na pele quando declarei meu voto no Aécio, em 2014, e fui massacrado. Por isso não vou declarar meu voto, por experiência própria. O Neymar e qualquer cidadão tem o direito de declarar seu voto e não ser criticado por isso", disse.

Compartilhe

Leia também

Por um uso ético da IA no jornalismo

Por um uso ético da IA no jornalismo

falsoBolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

Bolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

falsoFilho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas

Filho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas