Vídeo no Barra Shopping mostra briga entre clientes, não arrastão

Compartilhe

Não houve uma tentativa de arrastão no cinema do Barra Shopping, no Rio de Janeiro, em 22 de maio, como afirmam publicações nas redes sociais. A Polícia Militar do Rio de Janeiro negou a ocorrência de um arrastão no shopping, e a administração do centro comercial informou que os vídeos que têm sido difundidos nas redes sociais mostram, na realidade, um desentendimento ocorrido entre clientes.

Posts com a alegação enganosa acumulavam centenas de curtidas no Instagram e compartilhamentos no Facebook nesta terça-feira (30). As peças enganosas circulam também no WhatsApp, plataforma na qual não é possível estimar o alcance (fale com a Fátima).


Selo falso

(...) tentativa de arrastão dentro do Cinema do BarraShopping New York agora há pouco [22/05]. Estavam tentando tomar celulares de algumas pessoas e teve confusão

Posts enganam ao difundir que houve um arrastão no cinema do Barra Shopping, no Rio de Janeiro

É falso que houve uma tentativa de arrastão dentro do cinema do Barra Shopping, no Rio de Janeiro, na noite do último dia 22, como alegado por publicações nas redes sociais. As peças enganosas difundem vídeos que mostram pessoas discutindo e a movimentação de seguranças. Em nota ao Aos Fatos, a Polícia Militar desmentiu o boato, e a administração do shopping informou que as imagens mostram um desentendimento ocorrido entre clientes na área externa do cinema.

“A situação foi rapidamente controlada e o cinema seguiu em funcionamento normal”, diz um trecho da nota enviada pelo shopping.

O Aos Fatos tampouco encontrou na imprensa qualquer notícia recente sobre uma tentativa de arrastão no Barra Shopping nem quaisquer imagens que mostram algum tipo de comportamento semelhante a um roubo coletivo de bens pessoais no interior do shopping.

Essa não é a primeira fake news de violência detectada pelo Aos Fatos nos últimos meses. Em fevereiro, um vídeo que mostra homens armados roubando dois carros na saída de um túnel circulou nas redes com a informação falsa de que se tratava de um arrastão no Rio de Janeiro. As imagens, na realidade, eram encenadas e mostravam a gravação de uma websérie em Salvador.

No mesmo mês, um vídeo de uma briga generalizada ocorrida no carnaval de 2020, em Olinda, circulou como se retratasse um arrastão no carnaval deste ano, o que não ocorreu segundo a Polícia Militar de Pernambuco.

Referências

  1. Aos Fatos (1 e 2)

Compartilhe

Leia também

falsoVídeo de Kamala Harris dizendo que ‘hoje é hoje’ foi alterado por IA

Vídeo de Kamala Harris dizendo que ‘hoje é hoje’ foi alterado por IA

falsoJanja não tem relação com escolha do uniforme do Brasil para a Olimpíada

Janja não tem relação com escolha do uniforme do Brasil para a Olimpíada

Maduro mente ao alegar que votação brasileira não é auditada e ignora denúncias sobre eleições venezuelanas

Maduro mente ao alegar que votação brasileira não é auditada e ignora denúncias sobre eleições venezuelanas