Vídeo em que Alexandre de Moraes é hostilizado foi gravado em 2016, não recentemente

Por Priscila Pacheco

3 de maio de 2022, 17h40

Não é atual o vídeo em que o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes é hostilizado em São Paulo (SP), compartilhado nas redes sociais (veja aqui). A gravação foi feita em 17 de março de 2016, quando o magistrado era secretário de Segurança Pública de São Paulo e dava uma entrevista durante um ato contra a então presidente Dilma Rousseff (PT) na avenida Paulista. Ele foi indicado para a corte apenas em fevereiro de 2017.

As postagens enganosas contam com ao menos 43.352 interações no TikTok, 12.044 compartilhamentos no Facebook e centenas de retuítes no Twitter nesta terça-feira (3).


Selo distorcido

Cena de hostilidade contra Alexandre de Moraes em 2016 é postada como atual

Foi gravado em 17 de março de 2016, não recentemente, um vídeo que mostra Alexandre de Moraes sendo hostilizado na avenida Paulista. Hoje ministro do STF, ele era secretário de Segurança de São Paulo na época e dava uma entrevista quando foi cercado por pessoas que se manifestavam contra a então presidente Dilma Rousseff (PT).

As cenas que aparecem nas peças de desinformação foram registradas por Danilo Verpa, fotojornalista da Folha de S.Paulo, e estão em vídeo publicado no canal oficial do jornal no YouTube no dia da agressão, a partir de 50 segundos. Ao comparar as imagens, é possível ver o microfone da GloboNews e uma mulher vestida com camisa colorida ao lado esquerdo de Moraes. Ao lado direito, aparece um segurança com a mão esquerda na lapela do terno. Uma placa de sinalização e árvores também aparecem na gravação.

Comparação entre o vídeo compartilhado recentemente e o original
Folha de S. Paulo. Trecho disseminado como desinformação está no YouTube do jornal desde 2016

O então secretário foi escoltado por seguranças e pela PM (Polícia Militar) até o carro, que foi alvo de pontapés. Moraes coordenou a pasta entre janeiro de 2015 e maio de 2016. O advogado assumiu o cargo de ministro do STF durante a gestão de Michel Temer, em 2017.

Não foram encontradas notícias de que Alexandre de Moraes tenha comparecido pessoalmente à Avenida Paulista neste fim de semana, período em que as postagens enganosas foram compartilhadas. No domingo (1º), a avenida Paulista foi palco de uma manifestação pró-Bolsonaro, e alguns manifestantes pediram o impeachment do ministro.

Referências:

1. Secretaria de Segurança Pública de São Paulo
2. G1
3. Folha de S. Paulo (Fontes 1 e 2)
3. Senado
4. O Globo


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.