SP não anunciou que usará verba de reajuste de policiais em obra na marginal Tietê

Por Luiz Fernando Menezes

3 de fevereiro de 2022, 16h56

É falso que o governo de São Paulo anunciou que vai usar verbas para reajuste de salários de policiais no reparo do trecho da marginal Tietê que desabou nesta terça-feira (1). As postagens com a alegação simulam uma notícia do portal G1, que não foi veiculada (veja aqui). O estado negou que vá redirecionar recursos de remunerações para a obra.

As postagens desinformativas contam com ao menos centenas de compartilhamentos no Facebook e milhares de curtidas no Instagram nesta quinta-feira (3).


Selo falso

Título falso de matéria publicada pelo G1 sobre desabamento na Marginal Tietê

Publicações nas redes sociais simulam uma página do site G1 para desinformar que o governo de São Paulo teria anunciado que usaria verbas destinadas ao reajuste das polícias nas obras de reparo do trecho da marginal Tietê que desabou nesta terça-feira (1).

Aos Fatos não encontrou título ou informação semelhante publicada no site do Grupo Globo. Na plataforma Wayback Machine, que armazena sites antigos ou apagados, não há registro dessa reportagem na página inicial do G1 desde o dia 1º de fevereiro, data do desabamento e de quando a notícia teria sido publicada.

Uma outra reportagem foi publicada no mesmo horário que aparece na publicação falsa (10h03, cerca de uma hora após o desabamento), mas com título e linha-fina diferentes. Em nenhum momento é dito que o governo irá repassar a verba do reajuste de policiais para reconstrução da avenida.

A assessoria do governo de São Paulo classificou a informação como falsa. Aos Fatos não encontrou anúncio oficial do governo ou declaração do governador João Doria (PSDB) ou sobre decisão semelhante.

No Twitter, Doria disse que determinou apuração das causas do acidente e, à concessionária que administra a via, plano para normalizar o trânsito e reiniciar a obra.

Tweets de Doria sobre o desabamento de trecho da Marginal Tietê

Na terça, um trecho da marginal Tietê, na zona norte da capital paulista, desmoronou após o vazamento de uma galeria de esgoto, o que levou à interdição do trânsito. O rompimento aconteceu em meio à obra da Linha-6 Laranja do Metrô, realizada por meio de uma PPP (Parceria Público-Privada) do governo paulista com a empresa Acciona. Segundo o Corpo de Bombeiros, não houve vítimas.

O último reajuste salarial concedido pelo governo paulista a policiais foi em outubro de 2019, de 5%. Em dezembro do ano passado, o estado afirmou que estudaria a possibilidade de aumento, mas não especificou datas nem percentuais.

Referências:

1. Wayback Machine
2. G1 (1, 2 e 3)
3. Governo de São Paulo
4. Twitter (@jdoriajr)
5. Folha de S.Paulo (1 e 2)


Aos Fatos integra o Third-Party Fact-Checking Partners, o programa
de verificação de fatos da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.