Site simula ‘GShow’ e inventa declarações de Alcione para promover suplemento alimentar

Por Priscila Pacheco

26 de maio de 2022, 17h57

O site GShow não noticiou que a cantora Alcione emagreceu após tomar um suplemento chamado Lipozepina (veja aqui). Aos Fatos não encontrou reportagem semelhante no site de entretenimento do Grupo Globo. A página desinformativa simula elementos gráficos do portal, adiciona frases com citações ao produto que não foram ditas pela cantora e manipula digitalmente postagens do perfil de Alcione no Instagram. A Lipozepina não está registrada na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A publicação enganosa contava com ao menos 3.500 compartilhamentos no Facebook nesta quinta-feira (26).


Selo falso

Página falsa do GShow contém entrevista e fotos adulteradas de Alcione para promover remédio

O portal GShow não noticiou que a cantora Alcione emagreceu 17 quilos em sete dias após tomar Lipozepina, suplemento alimentar sem registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) que se apresenta como emagrecedor natural. Aos Fatos não localizou reportagem que cite a substância no portal e observou, na página desinformativa, indícios que demonstram que o conteúdo é falso.

Leia mais
Investigamos Rede de desinformação promoveu golpe da lipozepina e fez disparar busca por falso emagrecedor

No cabeçalho da reportagem, aparece a data de publicação como 18 de junho de 2021. Ao lado, sem modificação, um texto afirma que o conteúdo é de “duas horas atrás”. Nenhuma reportagem sobre Alcione foi publicada naquela data no GShow.

O site enganoso também apresenta no topo o nome GShow e, logo abaixo, os termos G1, saúde e celebridades. No portal verdadeiro, há um cabeçalho com encaminhamentos para outras páginas do Grupo Globo e espaço para login. Em seguida, o nome GShow aparece entre o menu e o campo de busca. Confira a comparação abaixo:

Montagem compara página falsa (acima com marca d’água) do GShow com site verdadeiro
GShow. Nome da página verdadeira fica centralizado entre menu e campo de busca (Reprodução)

No site, há um vídeo que mescla trechos de uma entrevista concedida por Alcione ao programa Saia Justa, do canal GNT, em 23 de janeiro de 2019. A seguir, o texto mostra uma falsa transcrição da entrevista, inventando frases sobre “amostras grátis de Lipozepina” que não foram ditas pela cantora. A gravação original tem quase 10 minutos e está disponível na página autenticada do GNT no YouTube. Em nenhum momento ela cita o suplemento.

O site também é ilustrado com falsificações de postagens no perfil verificado de Alcione. Em uma foto, uma loção usada para tratar manchas na pele foi trocada pela imagem de uma caixa de Lipozepina. Em outra, um filtro solar facial divulgado por Alcione no seu perfil foi substituído digitalmente por uma imagem do suplemento. Não foi encontrada foto ou citação de Lipozepina no perfil da cantora.

A Anvisa informou ao Aos Fatos que não existe medicamento ou substância ativa registrada no Brasil com o nome Lipozepina. A agência pontuou que alegações terapêuticas como o tratamento da obesidade são restritas a medicamentos, cujo registro na Anvisa é obrigatório. Um suplemento alimentar, portanto, não poderia ser apresentado como emagrecedor.

Em entrevista publicada em 2017 no UOL sobre o processo de emagrecimento, Alcione disse que sua perda de peso foi motivada por mudanças nos hábitos alimentares. Procurada por Aos Fatos, a cantora não respondeu.

Referências:

1. GShow (Fontes 1 e 2)
2. Facebook GNT
3. YouTube GNT
4. Instagram Alcione (Fontes 1 e 2)
5. UOL


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.


Esta reportagem foi publicada de acordo com a metodologia anterior do Aos Fatos.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.