Uma retrospectiva das mentiras do governo Bolsonaro

Compartilhe

Clique nas imagens para ler mais sobre cada quadro.

Bolsonaro acena de dentro do Rolls Royce presidencial enquanto selos de declarações falsas caem do automóvel. Legenda diz:  Nos quatro anos de seu mandato, o presidente Jair Bolsonaro usou a desinformação como estratégia de governoBolsonaro abraça Ricardo Salles enquanto diz: Montamos nossa equipe de forma técnica, sem o tradicional viés político. Legenda diz: No primeiro dia, Bolsonaro mentiu para se defender das interferências que sofreu durante suas indicações ministeriais.Floresta queimando com um isqueiro da WWF em primeiro plano. Selos de falso indicam que imagem é mentirosa. Legenda: A desinformação também foi usada para encobrir as causas do desmatamento e das queimadas na Amazônia, que acompanharam o desmonte dos órgãos de fiscalização. As culpadas, segundo Bolsonaro, seriam as ONGs, que estariam queimando a floresta para destruir a imagem de seu governo.Navio venezuelano joga óleo no mar. Selos de falso indicam que imagem é desinformativa. Legenda: Quando um vazamento de óleo poluiu as praias do Nordeste, Bolsonaro também recorreu a falsidades para desviar a atenção da omissão federal. Ele mentiu ao atribuir o incidente a uma ação criminosa de um navio petroleiro venezuelano.Amazonas cercado e loteado para abrigar uma única oca indígena. Selos de falso indicam que a imagem é enganosa. Legenda: Para defender o garimpo e a mineração em terras indígenas, o presidente mentiu ao dizer que esses povos não podiam praticar a agricultura e que tinham terras demais Bolsonaro diz, em pronunciamento, que Nada sentiria quando acometido por uma gripezinha. Legenda: O mundo, então, é assolado pela Covid-19, doença que Bolsonaro minimizou desde o começo.Retratos dos três primeiros ministros da Saúde do governo Bolsonaro. Mandetta e Teich estão em preto e branco e Pazuello está colorido. Legenda: Nem os ministros -- que pediram demissão ao longo do primeiro ano do surto -- nem as mortes exponenciaisi fizeram com que o presidente parasse de mentir sobre a doença. Mesmo quando foi diagnosticado, Bolsonaro continuou a desacreditar a ciência ao defender o tratamento precoce e a criticar medidas de isolamento.Reprodução do post em que Bolsonaro diz que suspensão de testes da Coronavac por morte de voluntário era mais uma que Jair Bolsonaro ganha. Legenda: Ele também sugeriu que as vacinas seriam ineficazes e que não deveriam ser obrigatórias. E chegou, inclusive, a comemorar a morte de um dos voluntários dos testes da Coronavac.Uma mão aparece controlando uma marionete em formato de urna eletrônica. Na tela da urna, aparece a mensagem: Hackeada. Legenda: Após as eleições municipais, o presidente pesou a mão no ataque ao sistema eleitoral e passou a usar mentiras para defender o voto impresso.O ministro do STF Luís Roberto Barroso atende o celular com a expressão preocupada e escuta: Oi, aqui é o hacker.  Legenda: Em uma transmissão ao vivo veiculada pela TV Brasil, Bolsonaro disseminou desinformação em série sobre as urnas eletrônicas.O perfil de Bolsonaro aparece espelhado na página. De um lado, o presidente diz: Eu sou o Centrão (fala de 2021). Do outro, diz: A esquerda e o Centrão são o que há de pior no Brasil (fala de 2018). Legenda: Em troca de apoio do Congresso, Bolsonaro indicou integrantes do Centrão para o alto escalão do Executivo e fingiu nunca ter criticado o bloco de partidos.O senador Omar Aziz, presidente da CPI da Pandemia no Congresso, coloca um relatório intitulado Investigação de governos estaduais em uma picotadora de papel. Legenda: Após a CPI da Covid-19 revelar a omissão do governo e supostos esquemas de corrupção, Bolsonaro começou a mentir para atacar os membros da comissão. Ele distorceu decisões dos senadores para sugerir uma tentativa de blindar a corrupção nos estados.Lula e o ministro do STF Edson Fachin aparecem abraçados. Fachin usa um boné do MST e faz o sinal de um L. Legenda: Seus principais alvos passaram a ser o TSE e seu maior adversário, Lula. Todos eles fariam parte de um sistema que queria derrubá-lo a qualquer custo.Bolsonaro está atrás de um púlpito falando ao microfone. Atrás, um telão mostra uma apresentação com o título: Brienfing com os embaixadores. Legenda: Durante todo o ano eleitoral, Bolsonaro afirmou, sem provas, que as eleições de 2018 foram fraudadas, que o processo não seria auditável e que o TSE contaria os votos em uma sala secreta.Panfleto apresenta supostas promessas de campanha de Lula, como descriminalização de pequenos delitos, regulação das mídias sociais e direito à liberdade do aborto. Selos de falso cobrem a imagem e indicam que se trata de desinformação. Legenda: Para atacar o petista, o presidente também distribuiu mentiras ao afirmar que Lula defendia ladrões de celular, que seria favorável à legalização das drogas e ao aborto e que havia criado a ideologia de gênero.Bolsonaro tira a faixa presidencial. Legenda: Bolsonaro insistiu na desinformação até os últimos momentos. Ele deixa a presidência com 6.675 declarações falsas ou distorcidas, uma média de 4,6 por dia

Referências

  1. Aos Fatos (1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10 e 11)
  2. EBC
  3. Ministério da Saúde
  4. Congresso em Foco
  5. Poder 360

Compartilhe

Leia também

Por um uso ético da IA no jornalismo

Por um uso ético da IA no jornalismo

falsoBolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

Bolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

falsoFilho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas

Filho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas