Vídeo de recepção a Bolsonaro em Salvador em 2018 é difundido como se fosse recente

Por Marco Faustino

21 de março de 2022, 16h46

Não foi gravado em março de 2022 o vídeo que mostra a recepção de apoiadores ao presidente Jair Bolsonaro (PL) no aeroporto de Salvador (BA), como afirmam postagens nas redes sociais (veja aqui). O registro é de maio de 2018, quando ele ainda era deputado federal e pré-candidato à Presidência naquele ano. Nas cenas, ele chuta um boneco inflável que representa o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O conteúdo enganoso acumulava ao menos 2.500 compartilhamentos no Facebook nesta segunda-feira (21).


Selo falso

Ontem no Aeroporto de Salvador. O Mito deu uma bicuda no boneco do ladrão…

É de 2018 vídeo em que Bolsonaro é recebido por multidão no aeroporto de Salvador

Um vídeo que mostra uma recepção de apoiadores a Jair Bolsonaro no aeroporto de Salvador, capital da Bahia, vem sendo compartilhado nas redes sociais como se tivesse sido gravado em março de 2022, o que é falso. Por meio de busca reversa, Aos Fatos verificou que o mesmo registro foi publicado em 24 de maio de 2018 pelo Poder360.

No vídeo, o então deputado federal chuta um boneco inflável que representa o ex-presidente Lula — apelidado de “pixuleco”. Na época, Bolsonaro era pré-candidato à Presidência da República e visitou a capital baiana como parte de uma agenda para se viabilizar ao cargo. A candidatura ao Palácio do Planalto foi oficializada em julho.

Bolsonaro visitou Salvador na última quarta-feira (16) para cumprir agenda nas Obras Sociais Irmã Dulce e no Senai Cimatec, onde foi hostilizado por estudantes. No aeroporto da cidade não houve manifestação de apoiadores similar à de 2018.

Referências:

1. YouTube (Fontes 1 e 2)
2. Revista Veja
3. G1 (Fontes 1 e 2)
4. Governo Federal


Aos Fatos integra o Third-Party Fact-Checking Partners, o programa
de verificação de fatos da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.