Vídeo mostra ação da Receita Federal em shopping popular de SP em 2022, não durante governo Lula

Compartilhe

Um vídeo que mostra agentes da Receita Federal apreendendo produtos e fechando lojas em um shopping no Brás, bairro de São Paulo conhecido pelo comércio popular, não foi gravado em 2023 e não tem relação com o governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ao contrário do que alegam publicações nas redes. A gravação original foi feita em novembro de 2022 e mostra uma operação do órgão em conjunto com a Prefeitura de São Paulo e com a Guarda Civil Metropolitana.

A peça de desinformação acumula mais de 50 mil visualizações no TikTok e 25 mil curtidas no Instagram até a tarde desta terça-feira (14). O vídeo descontextualizado também circula no WhatsApp (fale com a Fátima), plataforma em que não é possível estimar o alcance.


Selo falso

Governo Lula manda receita federal detonar o Brás.

Vídeo de operação realizada em novembro de 2022 circula para acusar Lula de fechar lojas no Brás

Posts nas redes têm usado um vídeo antigo de uma operação da Receita Federal no Shopping Central, no Brás, para acusar o governo Lula de ter ordenado o fechamento das lojas do bairro paulistano. A gravação original, no entanto, foi feita em novembro de 2022, ainda durante o governo de Jair Bolsonaro (PL), e foi publicada no TikTok por um lojista (veja abaixo).

@luisfornecedorsp #luisfornecedorsp ♬ som original - Luis De Barros Ferre

Aos Fatos entrou em contato com o comerciante Luís de Barros, que confirmou, via telefone, ser o autor do vídeo, publicado no dia 7 de novembro de 2022, quando a Receita Federal iniciou uma operação, em conjunto com a prefeitura e com a Guarda Civil Metropolitana, para combater a venda de produtos ilegais no país.

Além de a gravação ser antiga, não há nenhum registro de uma nova operação da Receita Federal na região desde o início do terceiro mandato de Lula. A última menção à região da capital paulista no site da Receita Federal diz respeito à operação de novembro de 2022 que aparece nas imagens.

Leia mais
Nas Redes É falso que lojas em Goiânia foram fechadas no governo Lula
Nas Redes Lista de demissões em empresas em 2023 tem informações falsas

Desde que Lula assumiu a Presidência, publicações nas redes tentam culpá-lo por uma suposta crise no comércio brasileiro. Em janeiro, uma lista enganosa de demissões em empresas viralizou nas redes. Neste mês, um vídeo mentiroso culpou a gestão petista pelo fechamento de lojas que já estavam fechadas há anos, em Goiânia.

Referências

  1. TikTok
  2. O Estado de S. Paulo
  3. Receita Federal (1 e 2)
  4. Aos Fatos (1 e 2)

Compartilhe

Leia também

falsoVídeo é editado para fazer crer que família Bolsonaro apoia pré-candidatura de Pablo Marçal

Vídeo é editado para fazer crer que família Bolsonaro apoia pré-candidatura de Pablo Marçal

falsoPosts usam foto de outra pessoa para sugerir que autor de atentado contra Trump era trans

Posts usam foto de outra pessoa para sugerir que autor de atentado contra Trump era trans

Pré-candidato, Marçal oferece prêmio a seguidores e especialistas veem infração eleitoral

Pré-candidato, Marçal oferece prêmio a seguidores e especialistas veem infração eleitoral