Pressão arterial não pode ser medida ao comprimir pulso na parede

Por Priscila Pacheco

30 de março de 2022, 12h26

Um vídeo que circula nas redes engana ao afirmar que é possível medir a pressão arterial apenas ao pressionar o pulso na parede por um minuto (veja aqui). A única forma de fazer a aferição é com um aparelho chamado esfigmomanômetro, segundo cardiologistas ouvidos por Aos Fatos. Além disso, o movimento involuntário do braço posterior ao esforço, mostrado nas imagens, se refere a contrações musculares, de acordo com os médicos.

O vídeo publicado originalmente no TikTok conta com ao menos 124.500 compartilhamentos na plataforma nesta quarta-feira (30). No Facebook, já foi compartilhado pelo menos 15 mil vezes.


Selo falso

Você sabia que é possível ver como está a sua pressão sem precisar usar nenhum aparelho? Então fica até o final que eu vou ensinar uma técnica muito divertida para você fazer aí na sua casa com seus amigos. Você vai pegar essa parte do seu pulso e pressionar com bastante força contra a parede dessa forma. Você vai ficar assim por mais ou menos um minuto. Pode ser que doa um pouquinho, mas aguenta até o final que o resultado é perfeito. Depois de um minuto deixe seu braço completamente relaxado. Você vai notar que ele vai começar a erguer sozinho. Se ao final ele acabar nessa posição, sua pressão vai tá baixa. Se ele parar retinho, você está com a pressão normal. Mas se ele parar um pouco erguido, significa que você está com a pressão alta. Agora, faz esse experimento aí e me conta como estava a sua pressão.

Vídeo mostra técnica falsa para medir pressão arterial

Não é possível medir a pressão arterial por meio da compressão da parte externa do pulso contra uma parede, como é alegado em um vídeo que circula nas redes sociais. O homem que aparece nas imagens, identificado como Luís Eduardo, afirma que quanto mais alto o braço se mover após o esforço, mais alta a pressão, o que é falso.

Cardiologistas consultados por Aos Fatos explicam que a pressão arterial só pode ser medida por um aparelho específico, o esfigmomanômetro. Há dois tipos: o não automático, usado junto com o estetoscópio e manuseado por profissionais de saúde, considerado mais preciso, e o automático, que é vendido em farmácias e pode ser usado em casa. Os aparelhos são aprovados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

Leopoldo Piegas, cardiologista do Hcor (Hospital do Coração), de São Paulo, diz que a aferição feita em casa precisa de preparo. O ideal é que o procedimento aconteça duas horas depois que a pessoa acordar, após cinco minutos de repouso. Com um aparelho certificado, é possível ter uma ideia aproximada da pressão arterial.

Movimento. Luciano Drager, médico e diretor da Socesp (Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo), explica que o movimento involuntário verificado após a compressão do braço na parede é um reflexo provocado por contrações musculares, sem relação com a pressão sanguínea.

Após a publicação, o autor, que se identifica no TikTok como Luís Eduardo, postou outro vídeo com a legenda “Vocês caíram na trollagem?”, em que desmentiu a informação. Procurado por Aos Fatos, ele confirmou não haver artigos científicos sobre a falsa técnica.

Referências:

1. Cardio papers
2. Anvisa
3. Inmetro (Fontes 1 e 2)


Aos Fatos integra o Third-Party Fact-Checking Partners, o programa
de verificação de fatos da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.