Prefeito de São Bernardo do Campo não anunciou que vai fechar comércio após a eleição

Por Amanda Ribeiro

14 de novembro de 2020, 13h07


Publicações que circulam nas redes sociais compartilham como se fosse recente um vídeo no qual o prefeito de São Bernardo do Campo (SP) e candidato à reeleição, Orlando Morando (PSDB), anuncia o fechamento do comércio para conter a propagação da Covid-19 (veja aqui). Segundo as postagens enganosas, a medida seria aplicada na segunda-feira seguinte às eleições municipais, que ocorrem neste domingo (15). No entanto, o vídeo é de março, quando o prefeito fez o anúncio em transmissão ao vivo nas redes sociais, e o comércio já foi reaberto em junho.

Compartilhado por perfis pessoais no Facebook, o conteúdo com a legenda enganosa acumulava centenas de compartilhamentos até a tarde deste sábado (14). Todas as postagens foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de monitoramento da rede social (saiba como funciona).


FALSO

Em transmissão ao vivo nas redes sociais no dia 21 de março, o prefeito de São Bernardo do Campo (SP) e candidato à reeleição, Orlando Morando (PSDB), anunciou o fechamento do comércio da cidade para impedir a propagação da Covid-19. Oito meses depois, o vídeo passou a ser compartilhado por publicações enganosas que afirmam que a medida entraria em vigor na próxima segunda-feira, logo após as eleições deste domingo (15).

Em nota publicada em suas redes sociais na última sexta-feira (13), o prefeito desmentiu a peça de desinformação e afirmou que não pretende fechar o comércio da cidade novamente: “Tem um vídeo de março circulando por aí, pra fazer parecer que o comércio da cidade vai voltar a fechar. Isso é MENTIRA! Já estamos na Fase Verde, os comércios estão funcionando e assim vai continuar”.

Na live de março, o prefeito anunciava à população que publicaria o Decreto nº 21.114, que suspendia alvarás e licenças de funcionamento de atividades econômicas não essenciais durante tempo indeterminado para combater o avanço da pandemia de Covid-19 na cidade. À época, São Bernardo tinha cinco casos da doença confirmados. No dia 25 de março, pouco depois da edição da medida, o próprio prefeito foi diagnosticado com Covid-19.

As atividades econômicas na cidade foram retomadas a partir de 11 de junho, com a edição de novos decretos pela prefeitura. À época, foi autorizado o funcionamento de escritórios, serviços de comunicação e publicidade, shoppings, atividades imobiliárias, comércio ambulante, entre outros. Também foram editadas medidas que permitiam a realização de cultos religiosos. O município estava na fase laranja do Plano São Paulo de contenção à pandemia.

No dia 9 de outubro, a região do ABC Paulista passou para a Fase 4 de flexibilização, conhecida como Fase Verde. Nesse ponto, é permitido o funcionamento de shoppings e galerias, comércio, serviços, salões de beleza, academias de ginástica e eventos, convenções e atividades culturais, além do consumo local em bares e restaurantes. Seguem proibidas as demais atividades que gerem aglomerações.

A Agência Lupa e o Boatos.org também publicaram checagens similares sobre o boato.

Referências:

1. Facebook (Orlando Morando 1 e 2)
2. Leis Municipais
3. Diário do Grande ABC
4. G1
5. Governo de São Paulo
6. Diário Regional

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.