Postagens enganam ao atribuir obra do governo alagoano ao ministro Tarcísio Freitas

Por Marco Faustino

1 de setembro de 2021, 17h36

Publicações nas redes sociais (veja aqui) desinformam ao atribuir o asfaltamento de uma estrada em Alagoas ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. As imagens de antes e depois são de uma obra na rodovia AL-145 realizada pelo governo alagoano em 2017, antes do início da gestão Bolsonaro, e que usou recursos do estado, não federais.

O comparativo enganoso somava ao menos 5.100 compartilhamentos no Facebook nesta quarta-feira (1°) e foi sinalizado como FALSO na ferramenta de verificação da plataforma (veja como funciona).


Uma montagem de duas fotos que mostram o antes e o depois de obras de asfaltamento de uma rodovia engana ao atribuir o empreendimento ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes. As imagens mostram o asfaltamento de um trecho da rodovia AL-145, em Alagoas, que não tem relação com as ações do ministro à frente da pasta — foi finalizada em 2017, antes do início do governo Bolsonaro, com recursos estaduais.

O trecho retratado liga o município de Água Branca ao povoado de Maria Bode, e foi reconstruído em 2017 com recursos exclusivamente estaduais, do programa Pró-Estrada.

Por meio de uma busca reversa por imagens, Aos Fatos encontrou as fotos publicadas em matéria da Agência Alagoas, veículo oficial do governo alagoano, em 28 de novembro de 2017, creditadas a Micaele Morais. De acordo com a agência, dez quilômetros da estrada foram asfaltados em dois meses.


Comparativo. Fotos mostrando o antes e o depois de um trecho da rodovia AL-145 foram publicadas em 2017 pela Agência Alagoas

O programa Pró-Estrada é responsável pela reconstrução e implantação de rodovias, além da pavimentação de vias urbanas nos municípios alagoanos. Criado em 2016, o programa é executado pela Setrand (Secretaria de Transporte e Desenvolvimento Urbano) e, segundo o governo estadual, já foram recuperados mais de 800 km de estradas e vias urbanas.

Referências:

1. Setrand
2. Agência Alagoas (Fontes 1 e 2)

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.