Não é verdade que plano de governo de Lula prevê moradias compartilhadas

Por Luiz Fernando Menezes

29 de setembro de 2022, 14h58

É falso que o plano de governo do candidato do PT à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva, proponha o projeto Moradia Social, em que famílias terão que ceder espaço em casa para quem não tem onde morar. Não há qualquer menção a essa proposta nas diretrizes da chapa petista registradas no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), e a campanha do ex-presidente desmentiu a alegação, que têm circulado com mais força no TikTok (veja aqui). A informação enganosa também foi espalhada na eleição de 2018.

Os vídeos acumulam milhares de visualizações no TikTok e no Youtube e foram compartilhados mais de 2.500 vezes no Facebook.


Selo falso

Vídeos enganam ao dizer que Lula teria planos de implantar a Moradia Social e a Poupança Fraterna

Em vídeos no TikTok, bolsonaristas resgatam desinformação da eleição de 2018 ao ironizar que votariam no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) porque o plano de governo dele prevê que moradores de imóveis com mais de 60 m² terão que ceder espaço a sem teto. O suposto projeto Moradia Social não consta nas diretrizes registradas pela chapa petista no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) nem foi citado em discursos de campanha.

A assessoria do ex-presidente afirmou ao Aos Fatos que a alegação “não tem nenhum cabimento” e que o plano de Lula para a moradia popular é retomar o programa Minha Casa, Minha Vida, substituído pelo Casa Verde e Amarela em agosto de 2020. Consta entre as diretrizes da chapa petista ainda a promessa de “ter um amplo programa de acesso à moradia, com mecanismos de financiamento adequados a cada tipo de público”.

Alguns vídeos da trend do TikTok afirmam ainda que o plano de governo do petista prevê o confisco de bens da população por meio de um projeto chamado Poupança Fraterna. A proposta também não consta nas diretrizes da chapa Lula-Alckmin, jamais foi citada em discursos do presidenciável e foi desmentida pela assessoria da campanha.

Esta peça de desinformação sobre Moradia Social e Poupança Fraterna circulou primeiro em vídeo durante as eleições de 2018. A gravação daquela época voltou a ganhar tração nos últimos dias.

Na segunda-feira (26), Aos Fatos desmentiu uma publicação falsa que citava oito pontos que supostamente estariam no plano de governo de Lula, como o “fim do combate ao tráfico de drogas” e a criação de um “Ministério da Verdade”.

1. TSE
2. Escriba
3. EBC
4. Aos Fatos (1 e 2)


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.