Pegadinha com link falso do G1 engana sobre paradeiro de Lázaro Barbosa

Por Marco Faustino

23 de junho de 2021, 18h05

Uma pegadinha antiga das redes sociais circula agora usando como isca o caso Lázaro Barbosa, foragido e suspeito de uma chacina em Ceilândia (DF) e outros crimes. Com um link falso do G1, os posts (veja aqui) afirmam que o homem fugiu para outros estados, como Alagoas e Minas Gerais, o que as autoridades de segurança negam. Ao acessar a URL, o usuário vê uma foto do deputado federal Tiririca (PL-SP) com a frase “é mentira, abestado”.

Em diferentes formatos, o conteúdo circula no WhatsApp (fale com a Fátima aqui) e no Facebook. Nesta última plataforma, a pegadinha reunia ao menos 2.000 compartilhamentos nesta quarta-feira (23) e tem sido tratada como verdade por usuários. O conteúdo foi marcado com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (saiba como funciona).


O caso Lázaro Barbosa, foragido suspeito de assassinar quatro membros de uma família em Ceilândia (DF) e outros crimes, agora serve de isca para uma pegadinha antiga. Com um enunciado que afirma que o homem teria fugido para outros estados, segundo a polícia, os posts trazem um link falso do G1 que leva para uma foto do deputado Tiririca (PL-SP) com a frase “é mentira, abestado”. Alagoas, Minas Gerais, São Paulo, Pernambuco e Mato Grosso do Sul são citados em diferentes versões do texto como supostos paradeiros de Barbosa.

Aos Fatos confirmou com órgãos de segurança de Goiás e do Distrito Federal que são falsas essas informações. Segundo a Secretaria de Segurança Pública goiana, a polícia segue na região de Cocalzinho (GO) e, nesta terça-feira (22), fez diligências para apurar denúncia de que o suspeito estaria em uma propriedade rural. As polícias civis de Brasília e do Mato Grosso do Sul também desmentiram o conteúdo das postagens.

O texto também tem sido compartilhado como uma reprodução de tela do WhatsApp, fazendo com que usuários das redes sociais acreditassem que a informação ali divulgada seria real, já que não puderam acessar o link que evidenciaria a pegadinha.

Esta piada também foi tratada como verdade em fevereiro deste ano, quando circulou como se fosse uma notícia de que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), iria reduzir 20% dos salários dos servidores estaduais. Na época, Aos Fatos checou.

Caçada. Nesta quarta-feira (23), as buscas por Lázaro Barbosa entraram no 15º dia seguido e mobilizam cerca de 270 agentes de segurança, além de drones e cães farejadores. Barreiras também foram montadas em estradas de terra e rodovias nas regiões de Cocalzinho e de Águas Lindas de Goiás. Desde que começou a ser procurado, o suspeito já invadiu propriedades, fez reféns e trocou tiros com policiais.

Referências:

1. G1 (Fontes 1 e 2)
2. Aos Fatos

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.