🕐 Esta reportagem foi publicada há mais de seis meses

Não é obra do governo federal poço artesiano no Ceará que aparece em vídeo

Por Priscila Pacheco

26 de agosto de 2020, 17h54

Um vídeo que mostra a inauguração de um poço artesiano no Ceará pela Igreja Mundial do Poder de Deus tem circulado nas redes sociais como se a obra fosse do governo Bolsonaro, o que não é verdade (veja aqui). Segundo a igreja evangélica, a construção faz parte de um projeto mantido com apoio dos fiéis e que não recebe verbas públicas.

Postagens que trazem o vídeo com a falsa atribuição reúnem ao menos 3.400 compartilhamentos nesta quarta-feira (26) e foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação do Facebook (entenda como funciona).


FALSO

Olha o que Bolsonaro está fazendo no nordeste



Um vídeo que mostra a inauguração de um poço artesiano construído pela Igreja Mundial do Poder de Deus no Ceará tem circulado nas redes sociais como se a obra tivesse sido bancada pelo governo federal. Waldemir Martins, diretor de comunicação da igreja evangélica, afirmou ao Aos Fatos por telefone que a construção dos poços é feita com o apoio financeiro dos fiéis e não conta com recursos públicos.

A igreja, por meio do seu braço assistencialista, a AMAS (Associação Mundial de Assistência Social), tem entregado cestas básicas e poços artesianos no Ceará. O que aparece no vídeo foi o terceiro inaugurado neste mês. Gravadas, as ações são conduzidas por pastores e publicadas na página de Facebook da filial cearense.

Em um culto realizado em São Paulo, o pastor Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial, falou sobre o projeto e mostrou imagens da entrega dos poços. Durante a cerimônia, ele afirmou ainda que o governo federal poderia ver o que está sendo feito e ajudar a abrir os próximos poços: “Ministra Damares [do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos], me ajuda a furar poço no Nordeste (...) ajuda nesse projeto”.

Ações federais. Embora a inauguração mostrada no vídeo não tenha relação com Bolsonaro, é verdade que o governo federal toca obras para aberturas de poços artesianos no Nordeste. No dia 21, o presidente esteve em Ipanguaçu, no Rio Grande do Norte, para acompanhar a perfuração de um dos cinco poços previstos para a cidade.

As obras em Ipanguaçu fazem parte de um total de 138 poços artesianos prometidos para o Rio Grande do Norte, entre 2019 e 2020, com um investimento de R$ 5,3 milhões do Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas), vinculado ao Ministério do Desenvolvimento Regional.

Referências:

1. Facebook da Igreja Mundial
2. YouTube da Igreja Mundial
3. Governo Federal


De acordo com nossos esforços para alcançar mais pessoas com informação verificada, Aos Fatos libera esta reportagem para livre republicação com atribuição de crédito e link para este site.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.