Não é de Cortella texto que critica quem ‘atira pedras’ em governantes por causa da pandemia

Compartilhe

Não é de autoria do escritor e professor Mário Sérgio Cortella um texto com críticas a quem "atira pedras" no presidente e em prefeitos, médicos e economistas em razão da crise gerada pela pandemia do novo coronavírus (veja aqui). Em abril, quando a mensagem começou a circular nas redes sociais, Cortella negou que fosse o autor.

A peça de desinformação voltou a aparecer em postagens no Facebook nesta semana, reunindo ao menos 8.000 compartilhamentos até sexta feira (10). As postagens foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (saiba como funciona).


FALSO

Por Mário Sérgio Cortella:
Aquele que tiver a real solução para esse problema que atire a 1ª pedra !!! Atire no Prefeito que fechou a cidade e mandou todos pra casa. Atire no Presidente que pede pra abrir a cidade e a volta ao trabalho. Atire nos médicos que pedem o isolamento social para evitar o colapso no sistema de saúde. Atire nos economistas que pedem para voltar a rotina prevendo um colapso financeiro .... O NEGÓCIO É ATIRAR PEDRAS ! Se voltar tudo a funcionar vai morrer quantas pessoas ? Se ficar em isolamento social vai morrer quantas empresas? Vou responder: Ninguém sabe!! [...]

Não foi escrito por Mário Sérgio Cortella uma mensagem que circula nas redes sociais com críticas a quem tentaria atribuir a crise causada pela pandemia ao presidente Jair Bolsonaro e a prefeitos, médicos e economistas. O texto argumenta que ninguém teria a "real solução" para o problema, por isso não seria possível apontar culpados pelos danos econômicos do novo coronavírus. No Facebook, em abril, o escritor negou que fosse o autor da mensagem.

Aos Fatos identificou textos semelhantes que circulam sem autoria em publicações no Facebook e em sites desde meados de março, especialmente dias após a notícia da primeira morte por Covid-19 no Brasil. Em abril, a mensagem passou a circular atribuída a Cortella, quando foi checada pelas equipes do Fato ou Fake e do Boatos.org. Essa é mesma versão que voltou a ser difundida nesta semana.

Compartilhe

Leia também

Por um uso ético da IA no jornalismo

Por um uso ético da IA no jornalismo

falsoBolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

Bolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

falsoFilho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas

Filho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas