Na TV, Marta ataca Haddad com dados errados

Compartilhe

Em crítica direta a seu adversário Fernando Haddad (PT-SP) nas eleições municipais deste ano, a senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) afirmou nesta quinta-feira (25), no programa partidário de sua nova sigla, que São Paulo foi a cidade que mais perdeu postos de trabalho.

O problema, segundo Aos Fatos apurou em duas bases oficiais com metodologias diferentes, é que a declaração está equivocada. Na pior das hipóteses, em números absolutos, São Paulo ainda está melhor do que Belo Horizonte: fechou 55,6 mil vagas, contra 82,6 na capital mineira.

Veja, abaixo, por que demos o selo FALSO à senadora.


FALSO
A São Paulo que sempre foi sinônimo de oportunidades, de crescimento, foi a cidade que mais postos de trabalho fechou.

Como Marta não deixou claro a que período se refere nem a que metodologia, Aos Fatos levou em conta dados de diferentes levantamentos oficiais a partir de 2013 — quando Haddad assumiu a prefeitura paulistana. De acordo com a Pesquisa Mensal de Emprego, produzida pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), os números de SP seguem a tendência nacional, de aumento da taxa de desocupação.

Na tabela abaixo, é possível ver que as taxas variaram positivamente em todas as regiões metropolitanas pesquisadas — particularmente no Recife e em Salvador. São Paulo, ao contrário do que disse a senadora, apresentou a segunda menor taxa de desocupação dentre as áreas pesquisadas.

Fonte: IBGE

Mesmo que as pesquisas do IBGE contemplem apenas algumas regiões metropolitanas, são dados que também levam em consideração o setor informal. Não é o caso, por exemplo, do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), elaborado pelo Ministério do Trabalho, que monitora apenas baixas em registros oficiais de vínculo empregatício.

Aos Fatos levantou em suas bases, de 2013 a 2015, o saldo entre contratações e demissões em todas as capitais do país. Verificou, desta vez que, sim, São Paulo foi uma das capitais que mais registrou demissões do que admissões desde o início do período pesquisado: 55,604 vagas nos meses de dezembro de 2013 a 2015 deixaram de existir (ver tabela). O problema é que Belo Horizonte sofreu mais com esse problema: foram 82,670 vagas perdidas no mesmo período desde 2013. A íntegra do levantamento do Caged pode ser vista na página "Perfil do Município".

Compartilhe

Leia também

Ações clandestinas da ‘Abin paralela’ realçam violências reais

Ações clandestinas da ‘Abin paralela’ realçam violências reais

falsoIdosa foi presa por tráfico, não por participar dos atos golpistas do 8 de Janeiro

Idosa foi presa por tráfico, não por participar dos atos golpistas do 8 de Janeiro

falsoLula devolveu 423 presentes recebidos durante mandatos anteriores

Lula devolveu 423 presentes recebidos durante mandatos anteriores