Música a favor de Lula é inserida em vídeo que mostra torcedores do Liverpool

Por Luiz Fernando Menezes

26 de julho de 2022, 14h46

Não foi gravado no Brasil nem mostra uma manifestação de apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) o vídeo que circula nas redes sociais de uma multidão vestida de vermelho em meio a uma fumaça da mesma cor (veja aqui). As imagens são de um show do cantor britânico Jamie Webster, em Madri, no dia 1º de junho de 2019. A plateia entoava na ocasião uma música em homenagem ao zagueiro holandês Virgil Van Dijk, do time de futebol Liverpool. O áudio pró-Lula foi adicionado por meio de edição.

O vídeo desinformativo conta com ao menos 7.000 compartilhamentos no Facebook e 11 mil visualizações no Kwai nesta terça-feira (19).


Selo falso

Áudio de multidão cantando música de Lula foi inserido em vídeo de show na Espanha

A multidão que aparece em meio a bombas de fumaça vermelha em um vídeo não canta uma música de apoio ao ex-presidente Lula, como afirmam postagens nas redes. A gravação original foi feita em Madri, no dia 1º de junho de 2019, quando foi realizada a final da Liga dos Campeões da Europa na capital espanhola. A música entoada pelo público não faz referência a políticos brasileiros, e sim a Virgil Van Dijk, zagueiro do Liverpool — clube de futebol inglês que venceu o campeonato naquele dia.

Embora tenha sido gravado em 2019, o vídeo original, registrado durante um show do cantor Jamie Webster, pode ser encontrado no TikTok desde 2021. Uma cena do mesmo momento, gravada de outro ângulo, foi publicada no YouTube no dia 4 de junho de 2019:

A música cantada por Webster é “Dirty Old Town”, composta por Ewan MacColl em 1949. Essa canção, feita para criticar a poluição das indústrias da cidade inglesa de Salford, tornou-se um sucesso popular e foi adaptada pela torcida do Liverpool para homenagear o zagueiro Virgil Van Dijk.

O áudio com manifestações pró-Lula inserido nas peças de desinformação foi gravado em um show da cantora e vencedora do BBB 21, Juliette, em Campo Grande, em junho deste ano. Não há registros de que tenham acontecido manifestações relacionadas a políticos brasileiros durante o show de Webster em 2019.

Referências:

1. TikTok (@abossnight)
2. Youtube (BOSS Night)
3. Financial Times
4. Goal.com
5. Twitter (@tracklist)


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.