Mulher que aparece em vídeo sendo retirada de avião não é esposa de Omar Aziz

Por Priscila Pacheco

10 de junho de 2021, 18h10

Um vídeo em que uma passageira é retirada de um avião em Goiânia (GO) em 2018 vem circulando nas redes (veja aqui) como se mostrasse a deputada estadual amazonense Nejmi Aziz (PSD), mulher do senador Omar Aziz (PSD-AM), sendo presa. O tumulto foi causado pela recusa da mulher em despachar o excesso de bagagem e foi noticiado pela imprensa na época. A assessoria da parlamentar também desmentiu a alegação.

Publicações com o vídeo enganoso somavam ao menos 103.700 compartilhamentos no Facebook e foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (veja como funciona).


O momento da prisão da ladra. Vamos espalhar esse vídeo da esposa do Omar Aziz. Ele é o presidente da CPI que vai investigar a atuação do Bolsonaro

É falso que um vídeo que tem circulado nas redes sociais mostre a deputada estadual do Amazonas Nejmi Aziz (PSD), mulher do senador Omar Aziz (PSD-AM), sendo presa dentro de um avião. A gravação é de outubro de 2018 e retrata o momento em que a tripulação de um voo da Latam que saía de Goiânia (GO) precisou chamar a polícia para retirar uma passageira que se recusava a despachar excesso de bagagem de mão.

O caso foi noticiado à época pela TV Anhanguera, afiliada da Rede Globo em Goiás. Segundo a reportagem, o chefe da tripulação identificou o excesso de bagagem e se ofereceu para ajudar a guardar a mala de mão da passageira. Ao ser informada da necessidade de despachar os excedentes, a mulher teria ficado nervosa e começado a destratar verbalmente uma comissária e outros passageiros.

Em meio à confusão, o comandante da aeronave, comissários, funcionários da Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) e agentes da PF (Polícia Federal) tentaram convencer a passageira a desembarcar, porém sem sucesso. Assim, os policiais pediram reforço à PM (Polícia Militar), que retirou da aeronave a mulher e uma criança que viajava com ela.

Em abril, Aos Fatos checou o mesmo vídeo que circulou com falsas alegações de que uma petista havia sido retirada à força do avião após se irritar com passageiros que entoavam músicas a favor de Bolsonaro e agredir uma comissária de bordo.

A ex-primeira dama do Amazonas assumiu o cargo de deputada estadual em janeiro de 2021, após Augusto Ferraz (DEM) renunciar para tomar posse como prefeito em Iranduba (AM). Em 2019, Nejmi Aziz foi presa duas vezes pela PF por ser alvo da Operação Vertex, que investiga corrupção passiva, lavagem de capitais e organização criminosa.

A deputada e dois irmãos de Omar Aziz eram suspeitos de terem recebido dinheiro em espécie ou participado de negócios simulados para ocultar a entrega de dinheiro. A Vertex é uma etapa da Maus Caminhos, operação iniciada em 2016 para investigar desvio de recursos públicos do Fundo Estadual de Saúde do Amazonas.

Em maio, questionado durante entrevista concedida ao programa Roda Viva, da TV Cultura, o senador negou as acusações. Atualmente, a parlamentar responde em liberdade aos processos.

Consultada por Aos Fatos, a assessoria de imprensa de Nejmi Aziz disse que a deputada não comentaria sobre “fatos inverídicos”. Também procurado para esclarecimentos, o senador Omar Aziz não respondeu até o momento da publicação desta checagem.

Esta peça de desinformação também foi checada pelo Estadão Verifica.

Referências:

1. Aos Fatos
2. G1 (Fontes 1 e 2)
3. A Crítica
4. Congresso em Foco
5. YouTube Roda Viva


De acordo com nossos esforços para alcançar mais pessoas com informação verificada, Aos Fatos libera esta reportagem para livre republicação com atribuição de crédito e link para este site.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.