É montagem vídeo que mostra cocaína em cima da mesa de presidente da Ucrânia

Por Luiz Fernando Menezes

25 de abril de 2022, 18h45

Um vídeo que circula nas redes sociais foi editado para fazer crer que o presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski, foi flagrado com cocaína na sua mesa durante uma transmissão ao vivo (veja aqui). As imagens originais não mostram o pó branco e o cartão bancário inseridos na peça de desinformação. As cenas foram publicadas nas redes sociais de Zelenski e veiculadas na imprensa internacional.

Postagens com a gravação manipulada foram disseminadas principalmente no Facebook e no Twitter, reunindo centenas de compartilhamentos em ambas as redes sociais.


Selo falso

Zelensky numa live (...) É a câmera dele transmitindo. Tem um cartão de banco e uma carreira de pó de cocaína. É isso que os EUA OTAN defendem.

Vídeo que mostra cocaína em cima da mesa do presidente ucraniano é montagem

É uma montagem o vídeo que circula nas redes sociais ao lado de um texto que alega que Volodimir Zelenski, presidente da Ucrânia, tinha cocaína na sua mesa durante uma live. Na gravação original (veja abaixo), publicada no dia 5 de março deste ano, o cartão de banco e o pó branco que constam nas peças de desinformação não aparecem.

Na postagem, Zelenski agradeceu o empresário Elon Musk, CEO da montadora Tesla, por ter enviado equipamentos para assegurar o acesso à internet na Ucrânia. Ele também convidou Musk para visitar o país assim que a guerra acabasse. A videoconferência foi noticiada pela imprensa internacional.

O vídeo editado também circulou em redes estrangeiras e foi compartilhado nas línguas inglesa, francesa e alemã. A publicação faz parte de uma narrativa desinformativa que associa o presidente ucraniano ao consumo de drogas — foi desmentida, também, uma legenda de uma entrevista de Zelenski que foi editada para sugerir que ele teria afirmado usar cocaína.

Referências:

1. Instagram
2. Tesla
3. BBC
4. The Independent
5. Rolling Stone
6. TF1 Info
7. derStandard
8. AFP


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.


Esta reportagem foi publicada de acordo com a metodologia anterior do Aos Fatos.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.