Lula não escreveu tuíte sobre bloquear poupanças para manter Auxílio Brasil

Compartilhe

Não é verdade que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) publicou em seu perfil oficial no Twitter que pretende bloquear as poupanças dos brasileiros por seis meses para poder manter o Auxílio Brasil caso seja eleito. A publicação é uma montagem: o tuíte não consta na rede social do petista nem no monitoramento de postagens apagadas dos presidenciáveis feito pelo Aos Fatos.

A falsa publicação tem circulado principalmente no WhatsApp (fale com a Fátima), plataforma em que não é possível conferir a viralização com precisão.


Selo falso

Tuíte em que Lula diz que irá confiscar poupanças é montagem

O ex-presidente Lula nunca publicou no Twitter que pretende bloquear as poupanças dos brasileiros por seis meses para custear o Auxílio Brasil em um eventual governo. O tuíte falso que vem circulando nas redes não aparece no perfil do petista na rede social nem foi capturado pelo monitoramento do Aos Fatos que arquiva todas as postagens — inclusive as apagadas — feitas pelos presidenciáveis desde o início da campanha.

A única ocasião em que o petista publicou um tuíte com a palavra “poupança” foi em outubro de 2018, quando a sua equipe comparou o então candidato Jair Bolsonaro (na época do PSL) ao ex-presidente Fernando Collor, que confiscou as reservas de todos os brasileiros para tentar conter a inflação.

Também não há proposta semelhante nas diretrizes de governo publicadas no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) pela chapa liderada pelo petista. Nelas, consta apenas que Lula pretende renovar e ampliar o Bolsa Família, que foi substituído pelo Auxílio Brasil, sem explicar como esse benefício será custeado.

Esse é o quinto tuíte falso atribuído ao ex-presidente checado por Aos Fatos no segundo turno das eleições. Desde o dia 2 de outubro, foram inventados tuítes sobre o tráfico gerar riqueza para as comunidades carentes, prazos para policiais devolverem suas armas, fechamento de igrejas em um eventual governo e alegações críticas ao cristianismo.

Referências

  1. Twitter
  2. UOL
  3. TSE
  4. Aos Fatos (1, 2, 3 e 4)

Compartilhe

Leia também

falsoFilho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas

Filho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas

falsoVídeo é editado para fazer crer que família Bolsonaro apoia pré-candidatura de Pablo Marçal

Vídeo é editado para fazer crer que família Bolsonaro apoia pré-candidatura de Pablo Marçal

falsoPosts usam foto de outra pessoa para sugerir que autor de atentado contra Trump era trans

Posts usam foto de outra pessoa para sugerir que autor de atentado contra Trump era trans