Lula não reduziu o Auxílio Brasil para R$ 375 nem disse que manterá o benefício por mais quatro meses

Compartilhe

O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), não reduziu o valor do Auxílio Brasil de R$ 600 para R$ 375 nem disse que o benefício iria continuar por apenas mais quatro meses, como afirma um vídeo que circula nas redes sociais. Lula ainda não assumiu a Presidência e, portanto, não poderia sancionar ou propor uma redução — o que a equipe de transição de governo negocia é a votação de uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) para abrir exceção em regras fiscais a fim de manter o valor em R$ 600 em 2023. Também não há registros de declarações suas sobre reduzir a duração do auxílio.

Até esta quinta-feira (10), a publicação desinformativa acumulava 110 mil visualizações e 10 mil compartilhamentos no Facebook e circula também no WhatsApp, plataforma na qual não é possível estimar o alcance (fale com a Fátima).


Selo falso

Lula reduziu valores do Auxílio Brasil e só irá pagar o benefício por mais quatro meses.

Reprodução de postagem desinformativa que mente ao afirmar que Lula reduziu o valor pago pelo Auxílio Brasil e que vai mantê-lo por apenas mais quatro meses

Em um vídeo que circula nas redes sociais, uma mulher não identificada por Aos Fatos engana ao afirmar que Lula reduziu o valor do Auxílio Brasil de R$ 600 para R$ 375, e que ele afirmou que o benefício só irá durar mais quatro meses. Lula foi eleito presidente em 30 de outubro, mas só assume o cargo no dia 1º de janeiro de 2023. Ele não ocupa cargo eletivo atualmente e, portanto, não poderia propor nem sancionar uma redução do benefício.

Para ilustrar a alegação falsa, é usada uma reportagem veiculada pelo SBT Brasil em 15 de março de 2021, que na época se tratava do auxílio emergencial, não do Auxílio Brasil. Na época, havia sido promulgada uma PEC que autorizava o pagamento de mais uma rodada do auxílio emergencial, e o valor de R$ 375 citado era disponibilizado a mulheres chefes de família. O benefício emergencial foi pago até outubro de 2021, e o Auxílio Brasil foi criado em dezembro daquele ano.

Ao longo do vídeo desinformativo, também é possível notar sinais de manipulação das informações veiculadas. Na reportagem do SBT Brasil, informadas as condições para que alguém tenha acesso ao auxílio, é mostrado na tela um valor referente ao salário mínimo de 2021 (R$ 1.100), e não ao de 2022 (R$ 1.212).

Aos Fatos não encontrou indícios de que Lula tenha proposto alterar o valor nem falas recentes nas quais o petista teria afirmado que manteria o benefício apenas por mais quatro meses. O ex-presidente esteve em Brasília durante a semana para negociar o andamento de uma PEC que permita manter o benefício, com gastos além do teto. Em 20 de maio deste ano, o presidente Jair Bolsonaro sancionou a medida provisória que torna permanente o Auxílio Brasil no valor mínimo de R$ 400.

Referências

  1. TSE
  2. Valor Econômico (1 e 2)
  3. SBT Brasil
  4. Governo federal (1 e 2)
  5. CNN Brasil
  6. Senado Notícias
  7. UOL
  8. G1
  9. Poder360
  10. Rádio Senado

Compartilhe

Leia também

Ações clandestinas da ‘Abin paralela’ realçam violências reais

Ações clandestinas da ‘Abin paralela’ realçam violências reais

falsoIdosa foi presa por tráfico, não por participar dos atos golpistas do 8 de Janeiro

Idosa foi presa por tráfico, não por participar dos atos golpistas do 8 de Janeiro

falsoLula devolveu 423 presentes recebidos durante mandatos anteriores

Lula devolveu 423 presentes recebidos durante mandatos anteriores