🕐 Esta reportagem foi publicada há mais de seis meses

Lula não foi convidado para discursar na ONU após ‘fiasco de Bolsonaro’

Por Luiz Fernando Menezes

23 de setembro de 2020, 18h39

Não é verdade que a ONU (Organização das Nações Unidas) convidou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para discursar porque o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ontem teria sido um “fiasco”, como afirmam nas redes (veja aqui). O evento com o petista não integra a programação da 75ª Assembleia Geral da entidade e foi organizado pela Icesco (Organização do Mundo Islâmico para Educação, Ciência e Cultura). Além disso, o convite a Lula veio antes da transmissão do discurso de Bolsonaro.

A informação enganosa foi publicada inicialmente pelo site Esmael Morais na tarde da última terça-feira (22) e logo compartilhada por páginas e perfis sociais no Facebook. Até a publicação desta checagem, a peça acumulava ao menos 8.000 compartilhamentos. Todas as publicações do tipo foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (veja como funciona).


FALSO

ONU convida Lula para discursar, após fiasco de Bolsonaro.

Segundo texto que vem viralizando nas redes sociais, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria sido convidado para discursar na ONU “após a vergonha mundial que Jair Bolsonaro fez nesta terça-feira (22)”. A mensagem cita o webinário “Educação e as sociedades que queremos”, que ocorrerá nesta quinta-feira (24). Diferentemente do que alega a publicação, no entanto, o evento não faz parte da Assembleia Geral da ONU, que foi aberta com o discurso do presidente Bolsonaro. Lula não está inscrito nos eventos oficiais, como pode ser verificado na agenda da 75ª edição.

O webinário do qual participará o petista é organizado pela Icesco (Organização do Mundo Islâmico para Educação, Ciência e Cultura). O Conselho de Direitos Humanos da ONU aparece apenas como parceiro do evento, assim como o Instituto Lula.

Outra informação incorreta é a de que o petista teria sido convidado após a fala de Bolsonaro, que foi transmitida por volta das 10h30 no horário de Brasília. Como pode ser verificado na página da Icesco no Facebook, às 4h37 da última terça-feira (22), o evento já havia sido anunciado e contava com o selo do Instituto Lula.

Questionada pelo Aos Fatos, a assessoria do Instituto Lula confirmou a informação: “Essa frase [‘ONU convida Lula para discursar, após fiasco de Bolsonaro’] está errada porque o convite do evento é anterior”.

Outro lado. O site Esmael Morais publicou o texto na tarde da última terça-feira (22). Na tarde desta quarta, no entanto, emitiu uma correção, explicando que “o pronunciamento do ex-presidente Lula na ONU não tem relação com o discurso de ontem do presidente Jair Bolsonaro”. Mesmo assim, o texto com a desinformação continuava no ar e não continha nenhuma modificação até a publicação deste texto.

Como o site Esmael Morais não disponibiliza contato, o Aos Fatos pediu um comentário sobre a checagem por meio de mensagem.

Referências:

1. ONU

2. Icesco

3. Página da Icesco no Facebook

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.