Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas

Compartilhe

Não é verdade que o presidente Lula (PT) tenha comprado a companhia aérea Azul, como afirmam nas redes peças de desinformação que pedem o boicote à empresa. Em nota, tanto a Azul quanto a Secom negaram a alegação. O nome do presidente também não consta entre os acionistas da companhia ou entre os membros do Conselho de Administração.

As publicações enganosas somavam centenas de compartilhamentos no Facebook até a tarde desta segunda-feira (26). A peça de desinformação também circula no WhatsApp, plataforma em que não é possível estimar o alcance dos conteúdos (fale com a Fátima).

Leia mais
WHATSAPP Inscreva-se no nosso canal e receba as nossas checagens e reportagens

O bandido ladrão comprou a Azul linhas aéreas, foi comprada pelo ladrãozinho não comprem mais passagem pela Azul. A Latam está cheia de gente comprando passagem aérea. Vamos divulgar ao máximo

Posts afirmam que a companhia aérea Azul teria sido adquirida pelo presidente Lula, o que é falso.

Em vídeo que circula nas redes, um homem não identificado mente ao dizer que Lula adquiriu a Azul e que por isso críticos ao governo devem evitar comprar passagens aéreas da empresa. Procurada pelo Aos Fatos, a Azul negou que a transação tenha ocorrido. Também não há qualquer menção ao nome de Lula no quadro de acionistas ou no Conselho de Administração da companhia, nem registros públicos da suposta aquisição.

Em nota, a Secom (Secretaria de Comunicação Social) reforçou que a alegação feita pelas publicações é falsa e que o presidente não é acionista da Azul nem de qualquer outra companhia aérea.

Para sustentar as alegações mentirosas, as peças de desinformação compartilham um trecho do evento de entrega de uma nova aeronave da Embraer à Azul, ocorrido em 26 de abril em São José dos Campos (SP). Na ocasião, Lula discursou e recebeu um quepe de piloto do diretor-presidente da empresa, John Rodgerson.

Confira a íntegra do evento abaixo:

Esta não é a primeira vez que publicações nas redes mentem sobre aquisições de empresas supostamente feitas por Lula ou seus familiares. Aos Fatos já desmentiu, por exemplo, alegações de que os filhos do presidente seriam donos de frigoríficos e os maiores acionistas da Petrobras ou que teriam comprado 20% das ações da farmacêutica chinesa Sinovac.

Esta peça de desinformação também foi checada pela Lupa.

Referências

  1. Azul Linhas Aéreas (1, 2 e 3)
  2. Planalto
  3. YouTube
  4. Aos Fatos (1, 2 e 3)

Compartilhe

Leia também

Federal Police investigation uncovers illegal operation targeting Aos Fatos

Federal Police investigation uncovers illegal operation targeting Aos Fatos

falsoDiscurso sobre ‘califado conquistar Paris’ é de 2020 e não tem relação com eleições francesas

Discurso sobre ‘califado conquistar Paris’ é de 2020 e não tem relação com eleições francesas

falsoDeputado do PT não disse que governo está sem dinheiro

Deputado do PT não disse que governo está sem dinheiro