Homem que exaltou Bolsonaro em escola não é policial acusado de matar petista

Por Luiz Fernando Menezes

12 de julho de 2022, 17h43

Não é Jorge Guaranho, policial penal federal que matou a tiros o guarda municipal e dirigente petista Marcelo Aloizio de Arruda, o homem que aparece em vídeo conversando com crianças em uma sala de aula sobre Jair Bolsonaro (PL) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT), como afirmam postagens (veja aqui). A gravação mostra, na verdade, palestra do vereador de Ouro Preto do Oeste (RO) André Henrique (PV) em uma escola pública da cidade, em abril deste ano.

A publicação conta com ao menos 1.000 curtidas no Instagram e centenas de retweets até a tarde desta terça-feira (12). Ela também circula no WhatsApp (fale com a Fátima), onde não é possível verificar seu alcance.


Selo falso

O assassino de Marcelo Arruda doutrinando crianças. Alguém sabe se o Movimento Escola Sem Partido já se pronunciou?

Vereador que fala de política para crianças é identificado falsamente como assassino de petista em Foz do Iguaçu

Publicações nas redes sociais enganam ao identificar um homem que foi gravado falando de política para crianças como se fosse Jorge Guaranho, policial penal federal acusado de matar a tiros o petista Marcelo Aloizio de Arruda em Foz do Iguaçu (PR), no último domingo (10). O vídeo, na verdade, mostra o vereador André Henrique Ricardo Estevam (PV), da cidade de Ouro Preto do Oeste (RO), em palestra para crianças de uma escola local.

Por meio de busca reversa, o Aos Fatos identificou que o vídeo foi publicado por um blog no dia 6 de maio de 2022. O texto dizia que o registro foi feito em uma escola pública da cidade e identificava o homem como um vereador filiado ao PV. O único político que se encaixa nessas características é André Henrique.

Leia mais
Nas Redes Não há evidência de que petista assassinado e bolsonarista tinham 'rixa antiga'

Em busca pelo nome do parlamentar, o Aos Fatos encontrou uma nota de repúdio do Sintero (Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Rondônia), que acusa o vereador de incitar o ódio contra o ex-presidente Lula durante visita à Escola Municipal de Ensino Fundamental Joaquim Nabuco, em abril deste ano.

A Câmara Municipal de Ouro Preto do Oeste também solicitou informações ao vereador, no dia 30 de abril, para que ele provasse que possuía autorização para palestrar em sala de aula.

Por meio da comparação entre fotos e o vídeo publicado nas redes sociais também é possível afirmar que o homem que aparece na gravação é André Henrique (veja abaixo). Guaranho possui, por exemplo, orelhas e linha capilar diferentes do homem mostrado no vídeo.

Comparação mostra frame de vídeo e fotos de André Henrique e Guaranho.Comparação. Homem no vídeo apresenta características diferentes de Guaranho (abaixo, à direita).

O Aos Fatos entrou em contato com o vereador para que pudesse comentar a checagem, mas não obteve resposta.

Referências:

1. G1
2. Facebook
3. Câmara Municipal de Ouro Preto do Oeste
4. Sintero
5. Mapping
6. Aos Fatos

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.