É golpe site que promete iPhone a R$ 177

Por Luiz Fernando Menezes

29 de maio de 2024, 13h51

Não é verdade que a Apple foi multada pela Justiça brasileira e obrigada a vender iPhones por R$ 177. As peças de desinformação falsificam uma reportagem do g1 e usam uma imitação da voz do influenciador Pablo Marçal (PRTB) para aplicar um golpe. Não há nenhuma promoção semelhante em vigor no site oficial da empresa.

Publicações que compartilham o golpe acumulavam centenas de compartilhamentos no Facebook até a tarde desta quarta-feira (29).

Leia mais
WHATSAPP Inscreva-se no nosso canal e receba as nossas checagens e reportagens

Selo falso

Justiça de SP condena a Apple em 100 milhões de reais e obriga a vender celulares a R$ 177,89.

Posts falsificam publicação de Pablo Marçal e matéria do g1 para aplicar golpe que promete iPhone a R$ 177

Publicações nas redes enganam ao alegar que a Apple estaria vendendo iPhones a R$ 177 após ser multada pela Justiça. Os posts desinformativos direcionam o usuário a um site fraudulento que rouba dinheiro e informações pessoais. Não há qualquer promoção do tipo no site da Apple, e a suposta condenação judicial também não ocorreu.

As peças desinformativas distorcem uma fala do influenciador Pablo Marçal para dar a entender que ele estaria anunciando a oferta. No trecho, retirado de uma palestra, Marçal criticava na realidade quem se endividava para comprar um iPhone com o objetivo de se igualar a outras pessoas: “Pega esse iPhone. ‘Ah, eu tenho que andar com iPhone porque a turma que eu ando todo mundo tem iPhone’. Compra um iPhone, dívida de otário. Consumo. O que você ganha com isso? Nada”.

A publicação retira a parte final da fala e insere um trecho criado com o uso de inteligência artificial em que Marçal orienta os consumidores a comprarem o aparelho em promoção.

Os golpistas também editaram uma reportagem real do g1 de outubro de 2022 que noticiava que a Apple teria sido multada em R$ 100 milhões pela Justiça de São Paulo e obrigada a vender celulares com carregadores. A empresa foi punida na época por vender seus aparelhos sem o adaptador de energia, o que obrigava o consumidor a fazer uma compra adicional.

Leia mais
Explicamos O calendário de golpes ao longo do ano — e dicas para não cair neles
Nas Redes Post que anuncia promoção de aparelhos de ar-condicionado a R$ 149,90 na Havan para ajudar RS é golpe

Texto que simula identidade do g1 contém botão com os dizeres ‘Clique para ver disponibilidade no site oficial’
Botão. Reportagem falsa promete ainda frete grátis e garantia estendida para os produtos (Reprodução)

O golpe funciona da seguinte maneira:

  • O vídeo editado redireciona para a reportagem falsa, que inclui dois botões com a legenda “clique para ver a disponibilidade no site oficial” (veja acima);
  • Quando o usuário clica no botão, ele é levado ao site que copia a iPlace, loja oficial da Apple;
  • Na página, o consumidor é orientado a preencher seus dados pessoais e bancários para realizar a compra do celular, que nunca é enviado.

Nos últimos meses, golpes que usam inteligência artificial para simular vozes de personalidades têm se tornado mais comuns nas redes: Aos Fatos desmentiu publicações que prometiam eletrônicos a preços baixos com propagandas nas vozes de Luciano Hang, Tony Ramos e Drauzio Varella, por exemplo.

Referências:

1. g1
2. iPlace
3. Aos Fatos (1 e 2)

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.