É falso que ‘G1’ publicou que Lula vai acabar com o Pix se eleito presidente

Por Priscila Pacheco

7 de março de 2022, 18h26

Não é verdade que o site G1 noticiou que um dos projetos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), se for eleito novamente, é acabar com o Pix. Segundo o Grupo Globo, a imagem que tem sido compartilhada nas redes sociais (veja aqui) é uma montagem que simula uma reportagem do portal. A assessoria de imprensa do petista também negou que ele tenha planos de suspender a ferramenta de pagamentos e transferências de dinheiro.

O conteúdo enganoso reunia centenas de compartilhamentos no Facebook nesta segunda-feira (7).


Selo falso

Montagem enganosa sobre G1 e Lula

O G1 não publicou uma reportagem que afirma que um dos projetos do ex-presidente Lula caso assuma novamente o Planalto é acabar com o Pix, como afirmam postagens nas redes sociais. O Grupo Globo informou que a imagem que tem sido compartilhada como se fosse de seu portal de notícias é uma montagem e que não tem um colaborador chamado Astolfo Mota, como consta da peça desinformativa. A assessoria do petista também negou que ele tenha falado sobre planos de encerrar a ferramenta.

Em buscas no site, Aos Fatos não encontrou textos com os mesmos título e autoria que aparecem na imagem que tem sido difundida. As reportagens mais recentes publicadas pelo G1 sobre o Pix são referentes a golpes e formas de usar a ferramenta para transferências bancárias instantâneas.

Sobre Lula, o portal destacou uma reunião que ele teve com o presidente mexicano, Andrés López Obrador, e as articulações políticas com o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (sem partido). O petista viajou para o México em 28 de fevereiro e retornou ao Brasil nesta segunda-feira (7).

A assessoria de imprensa de Lula afirmou que ele nunca se pronunciou contra o Pix e não tem planos de suspender a ferramenta. Em sites de buscas e nas redes sociais de Lula (veja aqui, aqui e aqui), Aos Fatos não localizou comentários sobre o tema. Em 5 de março, data mencionada na montagem, Lula não teve agenda pública. Naquele dia, em seu perfil oficial no Twitter, o ex-presidente publicou apenas um vídeo em que fala sobre sua infância.

Referências:

1. Banco Central
2. G1 (Fontes 1, 2, 3, 4 e 5)
3. Poder 360
4. Lula.com
5. Twitter Lula (Fontes 1 e 2)
6. Instagram Lula
7. Facebook Lula


Aos Fatos integra o Third-Party Fact-Checking Partners, o programa
de verificação de fatos da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.


Esta reportagem foi publicada de acordo com a metodologia anterior do Aos Fatos.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.