Frases sobre família e igreja atribuídas a Lula em postagem são falsas

Compartilhe

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não disse que vai “redefinir a família”, que pretende calar pastores e padres, taxar igrejas e que é melhor empresários fecharem lojas do que alugar para religiosos, como afirmam postagens nas redes sociais (veja aqui). Não há registro dessas declarações nos discursos e publicações do petista, tampouco na proposta de governo registrada pelo candidato no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A assessoria de imprensa do presidenciável também nega as alegações.

As postagens enganosas contam com ao menos 14.500 compartilhamentos no Facebook nesta quarta-feira (17).


Selo falso

Imagem é compartilhada com frases falsas atribuídas a Lula sobre família e igrejas

Circula nas redes sociais uma imagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com quatro alegações falsas atribuídas a ele. Não há registros de que o candidato tenha dito que vá “redefinir a família”, que é “melhor o empresário deixar a loja fechada, do que alugar para uma igrejinha qualquer”, ou que pretende taxar igrejas e calar religiosos. A assessoria de imprensa do petista nega a autoria das frases.

As citações tampouco constam em entrevistas, transmissões ao vivo e em falas públicas presentes no Banco de Discursos, ferramenta desenvolvida por Aos Fatos que transcreve declarações dos principais candidatos à Presidência da República em 2022. Também não há propostas semelhantes no programa de governo do petista registrado no TSE.

Ao buscar declarações antigas do ex-presidente, Aos Fatos encontrou frases que podem ter dado origem às alegações falsas citadas. Em junho de 2010, Lula disse, durante o lançamento do programa “Cinema Perto de Você”, que era preciso mostrar para o empresário que era melhor ter um cinema do que vender a sala para uma igreja qualquer.

Em setembro de 2020, Lula postou no Twitter que discordava da isenção de impostos dada a instituições religiosas. “Eu sou contra isenção de impostos pra igreja católica, evangélica, ou qualquer que seja. Porque no Brasil quem paga imposto é o povo pobre. As igrejas têm canal de televisão, têm rádio, a conta não pode ficar nas costas do povo”, escreveu. A proposta de governo registrada por Lula não cita o fim da isenção de impostos para igrejas.


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Compartilhe

Leia também

Ações clandestinas da ‘Abin paralela’ realçam violências reais

Ações clandestinas da ‘Abin paralela’ realçam violências reais

falsoIdosa foi presa por tráfico, não por participar dos atos golpistas do 8 de Janeiro

Idosa foi presa por tráfico, não por participar dos atos golpistas do 8 de Janeiro

falsoLula devolveu 423 presentes recebidos durante mandatos anteriores

Lula devolveu 423 presentes recebidos durante mandatos anteriores