🕐 Esta reportagem foi publicada há mais de seis meses

Fotos não mostram vacinação obrigatória contra a Covid-19 no Peru

Por Luiz Fernando Menezes

10 de novembro de 2020, 14h35

É falso que fotos em que funcionários da saúde peruanos vacinam a população mostrem a imunização compulsória contra a Covid-19 no país. As imagens, na verdade, são de uma campanha contra a difteria realizada num distrito de Lima no final de outubro, após o aparecimento de um caso na região.

Publicações que veiculam a imagem em contexto enganoso acumulavam mais de 1.500 compartilhamentos no Facebook nesta terça-feira (10) e foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (veja como funciona).


FALSO

No Peru vacinação contra a covid19, começou a ser obrigatória e quem se recusar a tomar será preso veja a imagens abaixo já começou.

Fotos em que funcionários de saúde entram em residências para vacinar a população vêm circulando nas redes sociais como se fossem um registro da imunização compulsória contra a Covid-19 no Peru. Segundo as publicações, o governo teria decretado que quem se recusasse a ser vacinado seria preso. Nada disso, no entanto, é verdade.

As imagens que compõem as peças de desinformação de fato foram registradas no Peru, mas mostram uma campanha de vacinação contra a difteria em La Victoria, distrito de Lima, em 28 de outubro após a região registrar um caso da doença após mais de 20 anos. Para combater uma eventual epidemia, o Ministério da Saúde local passou a realizar a imunização casa por casa para identificar casos suspeitos e pessoas que ainda não haviam sido vacinadas contra a doença.

Segundo nota da pasta, mais de 5.300 pessoas foram vacinadas até o dia 30 de outubro. O governo afirmou ainda que visitou 2.189 residências e que em 86% dos casos as famílias abriram as portas para os profissionais de saúde. O Aos Fatos não encontrou nenhuma notícia de prisão realizada durante a campanha.

Peru e Covid-19. Além das fotos não mostrarem a vacinação compulsória contra a Covid-19, o próprio site do Ministério da Saúde peruano ressalta que ainda não há imunização disponível contra a infecção. No dia 21 de outubro, a pasta chegou a aprovar um Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19 que prevê a obrigatoriedade da vacinação, mas ainda não há data nem medicamento confirmados. Vale destacar que o documento também não determina vacinação de casa em casa.

Até a tarde da última segunda-feira (9), o Peru registrava 923.527 casos confirmados de Covid-19 e 34.943 mortes

Referências:

1. Twitter (@Minsa_Peru)
2. RPP
3. Ojo Publico
4. Ministério da Saúde do Peru (Fontes 1, 2, 3 e 4)

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.