Foto tirada na greve dos caminhoneiros de 2018 é atribuída em posts a bloqueios recentes

Por Marco Faustino

9 de setembro de 2021, 17h51

Uma foto registrada na greve dos caminhoneiros de 2018 tem sido utilizada em postagens que alegam que todas as rodovias federais do Brasil estão bloqueadas por motoristas apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) (veja aqui). A imagem original foi registrada por Ednilson Aguiar, do site O Livre, em Mato Grosso, em maio daquele ano. Além disso, ainda que diversas estradas tenham registrado bloqueios de caminhoneiros bolsonaristas desde o dia 8, não é verdade que todas foram interditadas.

A foto com o contexto enganoso vêm sendo compartilhada por perfis pessoais no Facebook e acumulavam ao menos 1.200 compartilhamentos até a tarde desta quinta-feira (9).


Uma imagem registrada pelo fotógrafo Ednilson Aguiar em Mato Grosso, em maio de 2018, vem sendo compartilhada nas redes sociais como se fosse da manifestação recente de caminhoneiros bolsonaristas, o que não é verdade. A imagem pode ser encontrada no site do jornal mato-grossense O Livre e foi registrada durante a greve dos caminhoneiros daquele ano.


Antigo. Foto retrata momento da greve dos caminhoneiros de 2018 e foi publicada pelo jornal O Livre

Na época, a mobilização da categoria provocou desabastecimento em diversos estados do Brasil. Na ocasião da imagem, cinco municípios do Mato Grosso decretaram situação de emergência devido à falta de insumos.

Desde o dia 8, após as manifestações de 7 de Setembro, várias estradas do Brasil registraram pontos de bloqueios, mas em nenhum momento todas as rodovias federais ficaram paradas, como afirma a peça de desinformação. Um boletim do Ministério da Infraestrutura, divulgado às 17h desta quinta-feira (9), mostrou que 10 estados registravam pontos de concentração, com pontos isolados em outros 5, mas sem bloqueios. O número máximo foi registrado às 22h30 de quarta (8), com paralisações em 16 estados.

Referências:

1. O Livre
2. UOL
3. Twitter (Fontes 1 e 2)

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.