Foto não mostra ouro encontrado na Amazônia, mas na Austrália

Por Luiz Fernando Menezes

7 de maio de 2021, 13h29

É falso que uma pepita de ouro mostrada em foto que circula nas redes sociais tenha sido extraída na Amazônia e apreendida pela PF (Polícia Federal) antes de ser enviada ao exterior por uma ONG (organização não governamental) (veja aqui). A pedra foi encontrada em agosto de 2016 em Victoria, no sul da Austrália.

Publicações enganosas reuniam ao menos 22 mil compartilhamentos nesta sexta-feira (7) e foram marcadas como FALSO na ferramenta do Facebook (saiba como funciona). A checagem deste conteúdo também foi sugerida por e-mail por leitores do Aos Fatos.


Foto rara de uma ‘girafa’ da Floresta Amazônia, salva pela PF…

A foto não mostra uma pepita de ouro extraída na Amazônia e apreendida pela Polícia Federal antes que uma ONG (organização não governamental) a remetesse para fora do Brasil, como alegam as postagens checadas. O material, com cerca de quatro quilos, foi encontrado em agosto de 2016 no estado de Victoria, na Austrália.

Segundo a imprensa australiana e internacional, um homem encontrou essa e outras duas pedras menores com ajuda de um detector de metais numa localidade conhecida por abrigar jazidas de ouro. A pepita maior, mostrada na foto, foi apelidada de “Friday 's Joy” e teve seu valor estimado em R$ 680 mil na época.

Esta peça de desinformação circulou inicialmente nas redes sociais no final de 2019, pouco depois do meme da girafa na Amazônia viralizar no Brasil. No ano passado, a postagem enganosa voltou a circular, quando foi checada pelo Boatos.org, e tem sido veiculada novamente neste ano.

Referências:

1. 9news
2. Mashable
3. O Globo
4. Época

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.