Foto mostra performance de MC Rebecca e Luísa Sonza, não de Anitta e Pabllo Vittar

Por Priscila Pacheco

30 de março de 2022, 16h04

Uma foto de fevereiro de 2020 em que MC Rebecca finge lamber a bunda de Luísa Sonza circula em posts nas redes sociais como se as duas cantoras fossem Anitta e Pabllo Vittar em uma apresentação recente (veja aqui). A performance das artistas foi registrada em vídeo durante um bloco de carnaval no centro do Rio de Janeiro (RJ) naquele ano.

Publicações com a falsa atribuição da imagem reuniam ao menos 5.184 compartilhamentos no Facebook nesta quarta-feira (30).


Selo falso

Foto mostra MC Rebecca e Luísa Sonza, não Anitta e Pabllo Vittar

Uma imagem em que MC Rebecca simula uma lambida na bunda de Luísa Sonza durante um show no carnaval de 2020 tem sido usada em postagens nas redes sociais como se as duas cantoras fossem, na realidade, Anitta e Pabllo Vittar.

A performance de MC Rebecca e Luísa Sonza foi registrada durante uma apresentação delas no bloco de carnaval de Anitta em 29 de fevereiro de 2020, no Rio de Janeiro (RJ).

Algumas versões da peça desinformativa citam que a cena teria ocorrido durante o Lollapalooza, festival realizado em São Paulo (SP) na semana passada, mas Anitta e Pabllo Vittar não se apresentaram juntas no evento.

Durante o festival, o PL, partido do presidente Jair Bolsonaro, acionou o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) por suposta propaganda eleitoral antecipada após Vittar erguer durante seu show uma bandeira do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O ministro Raul Araújo acatou o pedido, o que gerou uma onda de manifestações contrárias de artistas no Lollapalooza. No Twitter, Anitta também criticou a decisão do magistrado.

Na segunda-feira (28), o PL retirou o pedido, e a ação foi arquivada.

Referências:

1. UOL
2. Lollapalooza
3. Folha de S. Paulo (Fontes 1 e 2)
4. Agência Brasil
5. Twitter Anitta


Aos Fatos integra o Third-Party Fact-Checking Partners, o programa
de verificação de fatos da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.


Esta reportagem foi publicada de acordo com a metodologia anterior do Aos Fatos.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.