Foto mostra manifestação em Moscou em 1991, não protesto recente em Ottawa

Por Priscila Pacheco

7 de fevereiro de 2022, 14h30

Uma foto registrada em 1991 durante manifestação em Moscou, então União Soviética, circula nas redes sociais como se retratasse um dos protestos recentes em Ottawa, no Canadá, contra a obrigatoriedade do comprovante de vacinação (veja aqui). Aos Fatos também não localizou estimativas que atestem que os atos na capital canadense tenham reunido dois milhões de pessoas, como alegam os posts que descontextualizam a imagem.

O conteúdo enganoso reunia ao menos 6.339 compartilhamentos no Facebook nesta segunda-feira (7).


Selo falso

Ottawa, Canadá, dois milhões de pessoas nas ruas exigindo liberdade! É assim que deve ser um povo que não quer ser servo do globalismo. Nada na TV sobre a enorme manif3stação. Mais uma vez está provado que a mídia é o braço mentiroso da inf3cção que abraçou a humanidade.

Foto registrada em Moscou, não Ottawa

Diferentemente do que alegam as publicações checadas, a imagem aérea que mostra uma manifestação com milhares de pessoas não foi registrada recentemente em um dos protestos contrários à obrigatoriedade do comprovante de vacinação para Covid-19 em Ottawa, capital do Canadá. A foto foi feita em 10 de março de 1991, em Moscou, então União Soviética, durante um ato pela renúncia do presidente Mikhail Gorbachev.

O registro é de Dominique Mollard e está disponível para venda no site da AP (Associated Press). A fotografia original também aparece em reportagens sobre o fim da URSS no The Atlantic e no USA Today. Estima-se que 500 mil pessoas participaram do protesto na praça Manezh. Outra imagem da manifestação, registrada em ângulo diferente, está à venda no Getty Images.

As postagens enganosas usam a foto com a coloração alterada, o que a deixou com tons mais fortes de vermelho, e com parte do lado esquerdo recortada.

Foto registrada em Moscou, não no Canadá.
Moscou. Manifestação ocorreu durante crise que dissolveu a União Soviética

Em 2012, a Associated Press veiculou, por engano, essa foto como se tivesse sido registrada em protestos que aconteceram em Moscou em fevereiro daquele ano. O erro foi posteriormente corrigido. A mesma imagem também circulou com a alegação falsa de que havia sido registrada em um protesto contra a vacinação em Viena, na Áustria.

Canadá. Na última semana de janeiro, um movimento de caminhoneiros denominado “Comboio da Liberdade” viajou para Ottawa para protestar contra as medidas sanitárias do governo local. A Agência de Saúde Pública canadense havia publicado, dias antes, uma exigência de comprovante de vacinação contra a Covid-19 para motoristas norte-americanos ingressarem no país. Os canadenses que não apresentassem o chamado “passaporte sanitário” deveriam ser testados e fazer quarentena.

Embora não tenha sido divulgado um número oficial de manifestantes nos protestos, não há registros de que algum deles tenha levado dois milhões de pessoas às ruas de Ottawa, como alegam as publicações checadas. Neste domingo (6), a prefeitura da capital canadense decretou estado de emergência por considerar que os protestos, que acontecem há dez dias seguidos na capital, ameaçam a segurança da população.

Referências:

1. AP
2. The Atlantic (Fontes 1 e 2)
3. USA Today
4. Getty Images
5. RFerl
6. BBC
7. Yahoo
8. Al Jazeera
9. CBC
10. Governo do Canadá


Aos Fatos integra o Third-Party Fact-Checking Partners, o programa
de verificação de fatos da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.


De acordo com nossos esforços para alcançar mais pessoas com informação verificada, Aos Fatos libera esta reportagem para livre republicação com atribuição de crédito e link para este site.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.