Foto de protesto na Lituânia é falsamente atribuída à motociata de Bolsonaro

Por Marco Faustino

15 de junho de 2021, 11h20

Uma foto tirada durante manifestação na Lituânia, em agosto de 2020, vem sendo falsamente atribuída à motociata de Bolsonaro que aconteceu em São Paulo no dia 12 de junho (veja aqui). A imagem, que mostra motociclistas e parapentistas em uma rodovia, retrata um ato de lituanos em apoio aos protestos na vizinha Belarus contra o presidente Alexander Lukashenko.

Posts que trazem a foto com a atribuição enganosa reuniam ao menos 42.500 compartilhamentos no Facebook até a manhã desta terça-feira (15) e foram marcados com o selo FALSO na ferramenta de verificação da plataforma ‌(‌saiba‌ ‌como‌ ‌funciona‌).


1.324.530 motos acompanhando Bolsonaro. Record mundial de passeata de motos

Postagens nas redes atribuem à motociata da qual o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participou no sábado (12), a foto de um protesto na Lituânia em 23 de agosto de 2020. A imagem, que mostra pedestres, motociclistas e parapentistas em uma rodovia, foi registrada pelo canal de YouTube belarusso Nexta.

Na ocasião, milhares de lituanos saíram às ruas em apoio aos protestos em Belarus contra o presidente Alexander Lukashenko. Ele está no poder desde 1994 e é acusado de fraudar eleições e sufocar a oposição, inclusive por meio de tortura e prisões de jornalistas.

A peça de desinformação também engana ao dizer que 1.324.523 motos participaram da manifestação ocorrida no sábado, que foi organizada por integrantes de clubes de tiro e de motociclistas do interior de São Paulo e região. A Secretaria de Segurança Pública paulista estimou a participação de 12 mil veículos. A alegação foi desmentida por Aos Fatos em checagem anterior.

Em maio, Aos Fatos verificou postagens nas quais essa foto foi atribuída à inauguração da ponte do Abunã, no Acre. A imagem também foi descontextualizada no ano passado, tendo sido referida a protestos na África do Sul contra assassinatos no campo. Na época, a AFP desmentiu a desinformação.

Referências:

1. Nexta
2. Folha de SP
3. Aos Fatos (Fontes 1 e 2)
4. AFP Checamos

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.