🕐 ESTA REPORTAGEM FOI PUBLICADA EM Maio de 2023. INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE TEXTO PODEM ESTAR DESATUALIZADAS OU TEREM MUDADO.

Vídeo mostra lojistas fugindo da fiscalização, não petistas saqueando lojas em Goiânia

Por Marco Faustino

25 de maio de 2023, 13h29

É falso que um vídeo mostra petistas saqueando lojas em Goiânia, como tem sido difundido por publicações nas redes. A gravação, registrada no dia 18 de maio em uma região de comércio popular da capital goiana, mostra comerciantes recolhendo roupas antes que elas fossem apreendidas em ação de fiscalização da prefeitura e do Procon contra mercadorias falsificadas.

Publicações com o contexto enganoso acumulam 10 mil visualizações no Tik Tok e centenas de compartilhamentos no Facebook até a tarde desta quinta-feira (25). O conteúdo também circula no Telegram e no WhatsApp, plataforma na qual não é possível estimar o alcance (fale com a Fátima).


Selo falso

Petistas saqueiam lojas em Goiânia

Vídeo que mostra lojistas recolhendo roupas para evitar apreensão por agentes de fiscalização circula fora de contexto para sugerir que petistas teriam saqueado lojas em Goiânia

Um vídeo gravado em 18 de maio, durante ação de fiscalização contra mercadorias falsificadas em Goiânia, tem sido compartilhado nas redes fora de contexto para sugerir que militantes petistas teriam saqueado lojas na capital. O registro mostra lojistas de uma galeria da região da 44, área de comércio popular, recolhendo roupas para evitar que elas fossem apreendidas por agentes da prefeitura.

O Aos Fatos localizou um vídeo da mesma cena filmado a partir de outro ângulo que mostra os lojistas atirando as roupas do segundo andar da galeria para que elas fossem recolhidas por outros comerciantes (confira abaixo):

A ação de fiscalização foi realizada pela Secretaria Municipal de Planejamento e Urbanismo e pelo Procon. Também houve participação da Guarda Civil Metropolitana.

Houve confusão no local e um agente da GCM, que estava de folga, fez um disparo com arma de fogo contra o chão que acabou por acertar o pé de um homem. Em nota, a corporação informou que o agente responsável pelo disparo foi identificado e será apresentado à corregedoria para abertura de um procedimento administrativo interno.

Referências:

1. Dia Online
2. G1

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.