🕐 ESTA REPORTAGEM FOI PUBLICADA EM Julho de 2023. INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE TEXTO PODEM ESTAR DESATUALIZADAS OU TEREM MUDADO.

Vídeo tem áudio editado para fazer crer que Lula foi hostilizado ao lado de indígenas

Por Luiz Fernando Menezes

10 de julho de 2023, 16h27

É falso que um vídeo mostra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sendo hostilizado em um evento ao lado de indígenas. A gravação compartilhada pelas peças de desinformação foi editada para a inserção de um áudio em que pessoas gritam ofensas ao presidente. No registro original, feito em janeiro deste ano, em Boa Vista, é possível verificar que a população cantava uma música de apoio a Lula.

O vídeo editado acumula ao menos 200 mil visualizações no TikTok e 12 mil compartilhamentos no Facebook até a tarde desta segunda-feira (10).


Selo falso

Print de vídeo mostra presidente Lula acenando, cercado de pessoas. Montagem traz foto do ex-presidente Jair Bolsonaro rindo e texto Lula foi ovacionado outra vez pelo povo

Publicações nas redes têm compartilhado um vídeo antigo e editado para sugerir que o presidente Lula teria sido xingado durante um evento com indígenas. As imagens, na verdade, foram registradas durante a visita do petista à Casa da Saúde Indígena Yanomami, em Boa Vista, no dia 21 de janeiro. Na ocasião, Lula não foi hostilizado: o vídeo original, publicado no Kwai, mostra que, naquele momento, as pessoas entoavam “olê, olê, olê, olá, Lula, Lula” (veja abaixo).

No dia 16 de janeiro, o governo federal decretou emergência para combater a falta de assistência ao povo yanomami, que sofria com a desnutrição, a malária e a violência. O presidente visitou a cidade dias depois para acompanhar os trabalhos do Ministério da Saúde e se encontrar com lideranças indígenas.

Leia mais
Nas Redes É falso que Lula foi chamado de genocida por manifestantes indígenas em visita a yanomamis
Nas Redes É mentira que yanomamis com desnutrição grave sejam refugiados venezuelanos

Vídeos da participação de Lula em eventos têm sido editados para inserir áudios de xingamentos desde o início de seu terceiro mandato. O Aos Fatos desmentiu, por exemplo, que ele teria sido recebido com palavras de ordem no pólo automotivo de Goiana (PE), na Feira Nordestina de Agricultura Familiar e Economia Solidária em Natal e na entrega do Minha Casa, Minha Vida em Viamão (RS).

Referências:

1. Ministério da Saúde
2. Aos Fatos (1, 2 e 3)

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.