Vídeo não mostra lobistas de Soros desesperados após derrota nas eleições do Parlamento Europeu

Por Marco Faustino

11 de junho de 2024, 13h09

Não é verdade que um vídeo viral nas redes mostra lobistas financiados pelo empresário e filantropo húngaro George Soros desesperados após uma derrota na eleição para o Parlamento Europeu, como alegam publicações enganosas. A gravação, na realidade, registra a reação de apostadores que perderam dinheiro em uma corrida de cavalos em Nova York, nos Estados Unidos, no último sábado (8).

Publicações com o conteúdo enganoso acumulavam centenas de curtidas e compartilhamentos no Instagram e no Facebook até a tarde desta terça-feira (11), além de 1.100 compartilhamentos no X (ex-Twitter).

Leia mais
WHATSAPP Inscreva-se no nosso canal e receba as nossas checagens e reportagens

Selo falso

Os filhotes satânicos de George Soros, estão aos prantos. Perdeu mane, perdeu Macron. Lobistas de Soros sofrendo com a derrota na eleição UE (União Europeia).

Vídeo que mostra reação de grupo ao perder dinheiro apostado em corrida de cavalos circula acompanhado de legenda enganosa que alega se tratar de lobistas de George Soros

Um vídeo com a reação de um grupo de pessoas que perdeu o dinheiro apostado em uma corrida de cavalos em Nova York tem sido compartilhado nas redes como se registrasse a reação de lobistas de George Soros ao resultado das eleições no Parlamento Europeu.

Por meio de busca reversa, Aos Fatos verificou que a filmagem original foi publicada por Dave Portnoy, fundador da plataforma esportiva Barstool Sports, no último sábado (8). Nela, é possível ver a reação de Portnoy e outras pessoas ao perderem uma aposta no Belmont Stakes, um dos principais campeonatos americanos de corridas de cavalo.

Leia mais
Nas Redes É falso que George Soros declarou que Bolsonaro não ganhará eleições de 2022
Nas Redes Lula não entregou a reserva Raposa Serra do Sol a George Soros

O resultado das eleições do último fim de semana levou a um aumento no número de representantes da extrema-direita no Parlamento Europeu. Na França, a sigla comandada por Marine Le Pen obteve 31,37% dos votos — o dobro do que foi obtido pelo partido de seu rival, o presidente Emmanuel Macron. O resultado fez com que Macron dissolvesse o Parlamento do país e convocasse novas eleições legislativas, que serão realizadas em 30 de junho.

Referências:

1. X
2. Parlamento Europeu (Fontes 1 e 2)
3. g1
4. UOL

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.