Homem que critica caminhoneiros em vídeo não é filho de Lula

Compartilhe

O homem que critica caminhoneiros que bloqueiam estradas em um vídeo que circula nas redes não é filho do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), como afirmam postagens. A gravação foi feita por Gallagher, usuário da plataforma de vídeos Kwai. O vídeo passou a circular após bloqueios de rodovias feitos por manifestantes golpistas inconformados com o resultado do segundo turno das eleições, no dia 30 de outubro.

Publicações com o conteúdo enganoso acumulavam 14.000 compartilhamentos no Facebook nesta quarta-feira (9) e circulam também no WhatsApp, no qual não é possível estimar o alcance (fale com a Fátima).


Selo falso

Homem que critica caminhoneiros em vídeo é Gallagher, não filho de Lula

É falso que o homem que critica caminhoneiros e protestos nas rodovias do Brasil em um vídeo que viralizou nas redes sociais seja filho de Lula, presidente eleito do Brasil. A gravação foi feita por um usuário do Kwai chamado Gallagher, que não possui parentesco nem semelhança física com os filhos (Marcos Cláudio, Fábio Luís, Sandro Luís e Luís Cláudio) de Lula. Além dos quatro filhos, Lula tem uma filha, Lurian Cordeiro.

“Eu estou indignado, pessoal, com esses motoristas, com esses caminhoneiros, com esse bando de babacas, bando de *** no **. Falar para vocês que estão fazendo baderna na rodovia, seus *** no ***. Vocês não têm o que fazer não? Seus bando de vagabundos”, diz Gallagher em um trecho do vídeo. Em nenhum momento, o usuário alega ser filho de Lula.

O vídeo começou a circular após a ação de manifestantes inconformados com o resultado das eleições, que passaram a bloquear rodovias pelo país. A postagem foi removida da conta de Gallagher no Kwai, mas Aos Fatos não descobriu se foi uma decisão dele ou da ferramenta. A reportagem tentou contato com Gallagher, mas não obteve retorno.

Referências

  1. Kwai
  2. Quem
  3. CNN Brasil

Compartilhe

Leia também

Ações clandestinas da ‘Abin paralela’ realçam violências reais

Ações clandestinas da ‘Abin paralela’ realçam violências reais

falsoIdosa foi presa por tráfico, não por participar dos atos golpistas do 8 de Janeiro

Idosa foi presa por tráfico, não por participar dos atos golpistas do 8 de Janeiro

falsoLula devolveu 423 presentes recebidos durante mandatos anteriores

Lula devolveu 423 presentes recebidos durante mandatos anteriores