É montagem vídeo em que Bolsonaro diz que está ‘pouco se lixando’ para criança com deficiência

Por Luiz Fernando Menezes

20 de maio de 2024, 12h52

Não é verdade que um vídeo mostra o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) dizendo que está “pouco se lixando” para uma criança com deficiência. O registro manipulado que circula nas redes insere um áudio em que o político diz estar “se lixando para a reeleição” no vídeo de um encontro com apoiadores ocorrido neste ano em Mato Grosso. Na gravação original, é possível ouvir que Bolsonaro manda um abraço para a criança.

O vídeo editado acumulava ao menos 30 mil curtidas no Instagram e milhares de compartilhamentos no Facebook e no X (ex-Twitter) nesta segunda-feira (20).

Leia mais
WHATSAPP Inscreva-se no nosso canal e receba as nossas checagens e reportagens

Selo falso

DESUMANO: Bolsonaro ignora pedido para enviar mensagem para uma criança com deficiência e ainda diz: ‘estou pouco me lixando, vá embora, está atrapalhando’.

Vídeo editado de Bolsonaro com apoiadores de Diamantino (MT) circula no Instagram

Publicações nas redes têm compartilhado como se fosse real um vídeo manipulado que mostra Bolsonaro se negando a mandar um abraço para uma criança com deficiência. No áudio inserido pelos posts desinformativos, o ex-presidente parece dizer que está “pouco se lixando” para o apoiador. Na gravação original, no entanto, é possível ouvir o presidente cumprimentando a criança.

O vídeo (veja abaixo) foi gravado durante uma visita do ex-presidente a cidades mato-grossenses em abril deste ano e publicado pelo vereador de Tangará da Serra (MT) Horácio Pereira (Republicanos). Nele, é possível ouvir que Bolsonaro, antes de entrar no carro, diz: “Ronei, de Tangará, um abração”.

Ao analisar o post desinformativo, é possível perceber ainda que, no áudio inserido, Bolsonaro diz, na verdade, que está “se lixando para a reeleição”. Aos Fatos não conseguiu identificar a origem exata da gravação, mas frases semelhantes foram ditas pelo ex-presidente em reunião ministerial em abril de 2020 e em discurso feito em Chapecó (SC) em abril de 2021.

Referências:

1. Instagram (@horaciopereiraoficial)
2. UOL (1 e 2)
3. iG

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.