Supla não se referia a Lula quando disse que ‘se roubar com amor não tem problema’

Compartilhe

Não tem relação com o presidente Lula (PT) ou com a situação política brasileira a fala do cantor Supla de que “se roubar com amor não tem problema”. O artista, na verdade, fazia referência a uma fala do compositor Tom Jobim, que, durante uma conversa com Elis Regina, disse que copiava trabalhos de três outros artistas que ele admirava.

A fala descontextualizada acumulava ao menos 3.000 curtidas no Intagram e centenas de compartilhamentos no Facebook até a tarde desta sexta-feira (28).

Leia mais
WHATSAPP Inscreva-se no nosso canal e receba as nossas checagens e reportagens

‘Se roubar com amor não tem problema’ fala do filho do sistema Supla.

Vídeo de Supla é acompanhado de foto de Eduardo Suplicy e Lula

Publicações têm compartilhado uma fala editada do cantor Supla, que é filho dos políticos petistas Marta e Eduardo Suplicy, para sugerir que ele teria dito que não há problemas se políticos roubam com amor. A declaração descontextualizada circula junto de um trecho de uma entrevista de 2021 em que Supla declara voto em Lula, para dar a entender que ele se referia ao presidente.

Na declaração original, feita durante o Caldeirão com Mion, da Globo, no último sábado (22), Supla fazia referência a um documentário sobre Elis Regina e Tom Jobim, lançado em 2023. A fala completa, sem cortes, foi:

“Até tava falando aqui com o Paulo Ricardo, tem um filme, um seriado, que é do Tom Jobim e da Elis Regina, quando eles faziam um disco em Los Angeles, e o Tom Jobim fala assim: ‘Se roubar com amor, não tem problema.”

Supla se refere a uma cena do documentário Elis & Tom: Só Tinha que ser com Você, que conta os bastidores da gravação do disco de mesmo nome, lançado em 1974. Em uma das cenas, Jobim diz que Ary Barroso, Villa-Lobos e Pixinguinha seriam “monstros sagrados” que ele tentaria copiar, uma vez que “só se pode roubar quem ama”.

O próprio Supla, em suas redes, publicou o vídeo sem edições em seu Instagram para desmentir as peças de desinformação: “Aí vai o vídeo verdadeiro, na íntegra e não o vídeo editado feito na maldade, desvirtuando o contexto da conversa!”, escreveu.


A Reuters também publicou checagem sobre o assunto.

Compartilhe

Leia também

Ações clandestinas da ‘Abin paralela’ realçam violências reais

Ações clandestinas da ‘Abin paralela’ realçam violências reais

falsoIdosa foi presa por tráfico, não por participar dos atos golpistas do 8 de Janeiro

Idosa foi presa por tráfico, não por participar dos atos golpistas do 8 de Janeiro

falsoLula devolveu 423 presentes recebidos durante mandatos anteriores

Lula devolveu 423 presentes recebidos durante mandatos anteriores