🕐 ESTA REPORTAGEM FOI PUBLICADA EM Julho de 2023. INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE TEXTO PODEM ESTAR DESATUALIZADAS OU TEREM MUDADO.

Posts difundem discurso falso do apresentador Ratinho para enaltecer Lula

Por Marco Faustino

17 de julho de 2023, 15h26

É falso que o apresentador Ratinho, do SBT, tenha dito que o atual governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é melhor do que a gestão anterior, do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), e que Lula é o verdadeiro pai dos pobres, como alegam publicações nas redes. A assessoria do apresentador negou que ele tenha dado qualquer declaração com esse teor, e não foi encontrado qualquer registro público na imprensa, nem nos perfis de Ratinho, de que ele tenha feito essas afirmações.

Publicações com o conteúdo enganoso acumulavam 1,3 milhão de visualizações no TikTok e centenas de curtidas no Instagram nesta segunda-feira (17).


Selo falso

O governo Lula hoje tá muito melhor que o governo antigo do Bolsonaro, isso é inegável, cara” [apresentador Ratinho]

Imagem atribui falsamente ao apresentador Ratinho, do SBT, discurso de que o governo Lula é melhor do a gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro

Publicações nas redes enganam ao afirmar que o apresentador Ratinho disse que o atual o governo Lula é melhor do que a gestão de Bolsonaro, que os últimos seis meses de governo têm sido melhores do que os últimos seis anos e que Lula é o verdadeiro pai dos pobres. A assessoria de Ratinho negou que o apresentador tenha dado essas declarações. O Aos Fatos tampouco encontrou qualquer registro público na imprensa nem nas redes do apresentador de que ele tenha feito tais afirmações.

(…) Não consigo nem segurar as lágrimas em te falar isso. Você realmente é o verdadeiro pai dos pobres no ótimo sentido. Hoje eu vejo as pessoas feliz (sic). Fazia tempo que não via as pessoas postando churrasco com cerveja nas ruas. Hoje já podemos ver os brasileiros todos (sic). Finais de semana fazendo festa. Já estamos vendo os preços dos alimentos barateados e o comércio crescendo. Tem muito a melhorar ainda Lula, mas esses seis meses têm sido os melhores dos últimos seis anos, eu posso garantir isso”, diz um trecho do discurso falsamente atribuído a Ratinho, que tem sido difundido por uma versão das peças checadas.

Ratinho apoiou o ex-presidente Bolsonaro durante a campanha eleitoral de 2022, na qual Lula foi eleito presidente. Em 2022, o filho do apresentador, Ratinho Júnior (PSD), se reelegeu governador do Paraná em primeiro turno com o apoio de Bolsonaro. Ele declarou apoio ao então presidente na disputa eleitoral contra Lula: “Vamos trabalhar para o presidente Bolsonaro”, disse. “Nós queremos consolidar esta parceria com o presidente Bolsonaro.

Em janeiro, Ratinho modulou o discurso em entrevista à Folha de S.Paulo, na qual se colocou à disposição de Lula e disse que era hora de “trabalhar pelo Brasil”. “Eu não quero que o Lula seja um mau presidente, quero que seja um bom presidente”, afirmou o apresentador.

Meses depois, em abril, Ratinho divulgou em seu programa no SBT o site “O Brasil Voltou”, que reúne os feitos dos 100 primeiros dias do mandato de Lula. “O Brasil inteiro sabe que eu torço, sempre torci pelo Brasil. Agora temos aí um novo governo, que acaba de completar 100 dias. A minha torcida e a de todos os brasileiros é que o País vá bem, conquiste cada vez mais progresso e que seja um Brasil que o povo deseja”, disse o apresentador.

Na época, Ratinho também destacou que os objetivos do governo Lula eram o combate à fome, a volta do Bolsa Família, campanhas de vacinação, o programa Mais Médicos, investimentos no SUS (Sistema Único de Saúde) para reduzir as filas, reajuste do piso salarial dos professores, aumento das bolsas de estudos e de pesquisas, além de investimentos na infraestrutura. Em nenhum momento, no entanto, Ratinho comparou o governo Lula com o de Bolsonaro.

Referências:

1. Twitter
2. Instagram
3. Poder360
4. G1
5. Folha de S.Paulo
7. Observatório da TV
8. Governo federal
9. Blog Maurílio Júnior

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.