🕐 ESTA REPORTAGEM FOI PUBLICADA EM Agosto de 2023. INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE TEXTO PODEM ESTAR DESATUALIZADAS OU TEREM MUDADO.

É falso que prefeito de Ouricuri, em Pernambuco, tenha sido pego com R$ 70 milhões

Por Marco Faustino

1 de agosto de 2023, 17h37

Não é verdade que o prefeito de Ouricuri (PE), Francisco Ricardo Soares Ramos, seja filiado ao PT nem que policiais apreenderam R$ 70 milhões guardados por ele em caixas, como alegam publicações nas redes. Ramos é filiado ao PSDB, não há registros de que tenham sido apreendidos quaisquer valores em posse dele, e o vídeo difundido pelas peças de desinformação contém imagens de uma operação realizada pela Polícia Federal no estado de Sergipe, não relacionada a Ramos nem ao município de Ouricuri.

Publicações com o conteúdo enganoso acumulavam 27 mil compartilhamentos no Facebook nesta segunda-feira (1°), além de circularem também na plataforma de vídeos curtos Kwai e no Telegram.


Selo falso

Prefeito do PT de Ouricuri em Pernambuco foi pego hoje (29/7/23) pela Polícia com 70 milhões: desta vez o segredinho estava guardadinho em caixas!

Print de post com imagem de uma caixa de papelão cheia de cédulas de R$ 50 e R$ 100 com legenda que diz que prefeito de Ouricuri é do PT e que policiais apreenderam com ele R$ 70 milhões em julho, o que é falso; as peças difundem um vídeo com imagens de uma operação da PF realizada em Sergipe em 2021 sem relação com o prefeito, que é do PSDB

Posts nas redes enganam ao afirmar que o prefeito de Ouricuri (PE), Ricardo Ramos, é filiado ao PT e que policiais apreenderam R$ 70 milhões guardados em caixas por ele no dia 29 de julho de 2023. Ramos, na realidade, é filiado ao PSDB, e o Aos Fatos não localizou registros na imprensa e nos sites da PF e da Polícia Civil de Pernambuco sobre operações contra o prefeito ou apreensão de valores em espécie em posse dele.

Fotos e vídeos que mostram maços de dinheiro em malas e caixas, difundidos pelas peças checadas, não retratam valores em posse de Ramos, e sim a Operação Distração, realizada pela PF em Sergipe, em março de 2021, que teve como alvo os donos do site de apostas EsporteNet. Essas mesmas imagens já foram falsamente atribuídas a supostas apreensões realizadas contra políticos no Maranhão em março e julho de 2021.

Em dezembro, a PF deflagrou três operações para apurar a ocorrência de crimes, como fraude em licitações e lavagem de dinheiro, em contratos firmados pela Prefeitura de Ouricuri com empresas sediadas em Pernambuco e no Ceará. Na ocasião foram cumpridos dezenas de mandados de busca e apreensão, além do cumprimento de medidas cautelares de indisponibilidade de bens e afastamento de cargos de servidores públicos investigados.

Na época, Ramos afirmou que não era um dos investigados pela Polícia Federal.

Referências:

1. Polícia Federal (1, 2 e 3)
2. Polícia Civil de Pernambuco
3. Aos Fatos (1 e 2)
4. Facebook

Leia mais
Explicamos Como funciona o financiamento do BNDES para obras em países estrangeiros
Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.