É falso que Moraes admitiu que é comunista e que o STF é socialista

Compartilhe

Não é verdade que o ministro Alexandre de Moraes admitiu ser comunista e disse que o Supremo Tribunal Federal é socialista. As peças de desinformação editam e tiram de contexto uma brincadeira feita pelo magistrado durante um julgamento ocorrido em junho deste ano. Na ocasião, Moraes ironizava os que o acusavam de ser comunista.

Publicações com o conteúdo enganoso acumulavam centenas de compartilhamentos no Facebook e 1.100 curtidas no Instagram até a tarde desta quarta-feira (19).

Leia mais
WHATSAPP Inscreva-se no nosso canal e receba as nossas checagens e reportagens

Selo falso

Posts tiram de contexto fala do ministro do STF Alexandre de Moraes para alegar que o magistrado admitiu ser comunista e que a Corte era socialista

Posts nas redes compartilham uma fala editada e tirada de contexto de Alexandre de Moraes para fazer crer que o ministro teria confessado ser comunista. No registro original, gravado em 11 de junho deste ano em meio ao julgamento sobre a correção das contas do FGTS, fica claro que o magistrado fala em tom de brincadeira para rebater as acusações de que estaria alinhado à esquerda.

A fala de Moraes é uma resposta a posicionamentos anteriores dos ministros Luís Roberto Barroso e Flávio Dino. Durante o julgamento, Barroso propôs que a remuneração anual mínima dos depósitos do FGTS deveria corresponder ao rendimento da caderneta de poupança, tese que já havia sido defendida pelo magistrado no ano passado.

Leia mais
Nas Redes Alexandre de Moraes não defendeu ‘corroer a democracia por dentro’
Nas Redes Cármen Lúcia repreendeu advogado, não Alexandre de Moraes, em vídeo que circula fora de contexto

Dino discorda do posicionamento do colega. “O problema, ministro Barroso, é que nós temos um fundo público, com regras de captação, remuneração, despesa e reposição do valor do fundo. Eu temo que vossa excelência esteja propugnando algo bem socialista, com o qual eu não tenho nenhuma oposição. Mas o fato é que nós temos uma Constituição”. Barroso rebate então que tributação não é socialismo, “é o Estado fiscal necessário para manter a vida e a sociedade”.

Na sequência, Moraes toma a palavra para dizer, em tom de brincadeira, que se sentia “reconfortado” por não ser mais o único a carregar o estigma de “comunista”, perpetrado por aqueles que se opõem ao seu trabalho. “Aproveitando até, ministro Fachin, esse momento socialista do plenário: eu, depois de muito tempo sendo chamado como único comunista desta Suprema Corte, hoje me sinto reconfortado aqui com o ‘momento socialista’ da Suprema Corte”, disse Moraes. O comentário gerou risadas dos colegas.

Referências

  1. YouTube (1, 2 e 3)
  2. STF

Compartilhe

Leia também

Como a ‘Abin paralela’ alimentou desinformadores com mentiras e dossiês

Como a ‘Abin paralela’ alimentou desinformadores com mentiras e dossiês

Federal Police investigation uncovers illegal operation targeting Aos Fatos

Federal Police investigation uncovers illegal operation targeting Aos Fatos

falsoDiscurso sobre ‘califado conquistar Paris’ é de 2020 e não tem relação com eleições francesas

Discurso sobre ‘califado conquistar Paris’ é de 2020 e não tem relação com eleições francesas