Marisa Letícia não deixou herança de R$ 11 milhões nem ficou com joias dos Emirados Árabes

Compartilhe

Não é verdade que a ex-primeira-dama Marisa Letícia, segunda mulher de Lula, morta em 2017, tenha deixado uma herança de R$ 11 milhões, conforme afirmam publicações enganosas nas redes. Na realidade, o valor corresponde ao patrimônio do casal, e não somente dela. As peças também distorcem o fato de que Marisa Letícia recebeu joias dadas pela família real dos Emirados Árabes, mas não manteve os itens, que foram incorporados como doações ao Brasil.

O conteúdo falso acumulou centenas de curtidas e compartilhamentos no Facebook e Instagram até a tarde desta terça-feira (9).

eles se esqueceram mas eu não. PETISTAS DE POUCA MEMÓRIA SOFREM DE ALZHEIMER. Marisa também recebeu jóias dos Emirados Árabes. Marisa era dona de casa e deixou herança de mais de 11 milhões

 Posts afirmam que ex-primeira dama Marisa Letícia teria deixado herança de R$ 11 milhões, o que é falso, e omitem que ela abriu mão de joias recebidas como presente de realeza árabe.

Publicações nas redes enganam ao afirmar que Marisa Letícia, segunda mulher de Lula, morta em 2017, deixou R$ 11 milhões em bens como herança. Na verdade, o valor mencionado refere-se ao patrimônio do casal e inclui imóveis, aplicações financeiras, carros e outros bens acumulados por Lula e Marisa em seus 43 anos de casados.

O valor do inventário foi divulgado pela primeira vez na revista Época, em 16 de outubro de 2017, e já foi alvo de diversas publicações falsas (veja aqui e aqui). Desta vez, a quantia ressurge em meio ao contexto das joias que, segundo relatório da Polícia Federal, foram vendidas com o conhecimento do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Além disso, as publicações também alegam que Marisa Letícia foi presenteada com joias pelo governo dos Emirados Árabes. A afirmação é verdadeira — em dezembro de 2003, a então primeira-dama recebeu joias de ouro de Fatima bint Mubarak Al Ketbi, viúva do xeque Zayed bin Sultan Nahyan.

No entanto, os posts omitem que Marisa Letícia abriu mão das joias, conforme noticiado pela Folha de S.Paulo à época. Para evitar um conflito diplomático, a então primeira-dama decidiu não aceitá-las como um presente, e sim como um donativo para o país.

As publicações enganosas sobre Marisa Letícia voltaram a circular após a Polícia Federal indiciar na última quinta-feira (4) o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e outras 11 pessoas por peculato, lavagem de dinheiro e associação criminosa no caso das joias.

O relatório final do inquérito da PF foi tornado público nesta segunda-feira (8). Segundo a instituição, o ex-presidente atuou em uma associação criminosa para desviar R$ 6,8 milhões em presentes recebidos durante visitas oficiais para outros países. O valor da venda seria convertido em dinheiro em espécie para, em seguida, ser incorporado ao patrimônio pessoal do ex-presidente.

O caminho da checagem

De início, separamos a apuração em duas informações: o valor da herança e o recebimento das joias. Por se tratar se uma desinformação antiga, Aos Fatos buscou checagens já realizadas sobre a herança deixada por Marisa Letícia no próprio site.

Em seguida, procuramos notícias sobre as joias presenteadas à ex-primeira dama pela realeza dos Emirados Árabes e encontramos as notícias originais do caso: a primeira sobre a entrega das joias durante o jantar e a segunda sobre a doação dos presentes.

Referências

  1. Época
  2. Aos Fatos (1, 2, 3 e 4)
  3. Folha de S.Paulo (1 e 2)
  4. UOL

Compartilhe

Leia também

Federal Police investigation uncovers illegal operation targeting Aos Fatos

Federal Police investigation uncovers illegal operation targeting Aos Fatos

falsoDiscurso sobre ‘califado conquistar Paris’ é de 2020 e não tem relação com eleições francesas

Discurso sobre ‘califado conquistar Paris’ é de 2020 e não tem relação com eleições francesas

falsoDeputado do PT não disse que governo está sem dinheiro

Deputado do PT não disse que governo está sem dinheiro