É falso que Flávio Dino visitou ONG no RJ que armazenava armas e granadas

Compartilhe

É falso que a polícia apreendeu armas e granadas no terreno de uma ONG carioca que recebeu visita do ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino (PSB). A organização que foi alvo de operação da polícia no último dia 19 é a Projeto Multiplicação Social, localizada no Complexo de Israel. Já a ONG visitada por Dino em março é a Redes da Maré, que fica no Complexo da Maré e não tem qualquer relação com o episódio de apreensão de armamentos.

Publicações com a alegação falsa acumulavam 100 mil visualizações no YouTube e 4.500 compartilhamentos no Facebook até a tarde desta segunda-feira (29).


Selo falso

Você se lembra que o ministro da Justiça adentrou em uma favela que é comandada pelo tráfico de drogas? (...) Ele foi se encontrar com uma ONG, segundo ele. Agora, presta atenção no vídeo a seguir, o que essa ONG, que ama muito o ministro, estava fazendo. Estava guardando 'guarda-chuvas', mais conhecidos como fuzis, dentro da ONG

Publicações enganam ao afirmar que ministro Flávio Dino visitou ONG no RJ em que foram apreendidos fuzis e granadas em 19 de maio de 2023

Publicações nas redes enganam ao afirmar que a ONG Redes da Maré, responsável por organizar evento no Complexo da Maré em março deste ano que contou com a participação do ministro da Justiça, Flávio Dino, teria sido alvo de uma operação policial no último dia 19. A organização em cujo terreno foram encontrados armamentos e granadas é a Projeto Multiplicação Social, localizada no Complexo de Israel.

O Aos Fatos não localizou registros na imprensa ou nos perfis oficiais do ministro que apontem que ele tenha visitado a ONG Projeto Multiplicação Social.

No dia 13 de março, Dino compareceu à cerimônia de lançamento da 7ª edição do Boletim Direito à Segurança Pública na Maré. O objetivo da visita era ampliar o diálogo sobre segurança com organizações da sociedade civil.

Leia mais
Nas Redes ONG no RJ que armazenava armas e granadas não pertence a Luciano Huck
BIPE Bolsonaristas usam visita de Dino a favela e ação da PF contra PCC para ligar Lula ao crime

Na época, imagens da visita alimentaram uma onda de desinformação — difundida até por parlamentares — que sugeriam a existência de um acordo entre Lula e o Comando Vermelho, facção que controla o tráfico na região da Maré. A presença do ministro no evento suscitou teorias conspiratórias de que o governo teria ligação até mesmo com as facções responsáveis pelos ataques que ocorriam à época no Rio Grande do Norte.

APREENSÃO DE ARMAMENTOS

No dia 19 de maio, a Polícia Civil do Rio de Janeiro encontrou um depósito com armas de fogo e explosivos em um terreno vinculado à ONG Projeto Multiplicação Social. Na ocasião, dez pessoas foram presas.

Poucos dias depois de o caso vir à tona, passaram a circular nas redes posts enganosos que alegavam que o apresentador Luciano Huck seria um dos sócios da organização. A alegação foi desmentida pelo Aos Fatos.

Compartilhe

Leia também

falsoVídeo é editado para fazer crer que família Bolsonaro apoia pré-candidatura de Pablo Marçal

Vídeo é editado para fazer crer que família Bolsonaro apoia pré-candidatura de Pablo Marçal

falsoPosts usam foto de outra pessoa para sugerir que autor de atentado contra Trump era trans

Posts usam foto de outra pessoa para sugerir que autor de atentado contra Trump era trans

Pré-candidato, Marçal oferece prêmio a seguidores e especialistas veem infração eleitoral

Pré-candidato, Marçal oferece prêmio a seguidores e especialistas veem infração eleitoral