É falso que Flávio Dino proibiu PRF de apreender drogas

Compartilhe

Não é verdade que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino (PSB), proibiu a Polícia Rodoviária Federal de atuar no combate ao tráfico de drogas e na apreensão de cargas com entorpecentes. Peças de desinformação que fazem essa alegação distorcem uma decisão tomada pelo governo em janeiro de extinguir cinco centros operacionais especializados criados durante o governo de Jair Bolsonaro (PL). O fechamento desses comandos, no entanto, não impactou nas funções da PRF.

O vídeo desinformativo acumula mais de 3.000 compartilhamentos no Facebook até a tarde desta sexta-feira (24) e circula também na plataforma de vídeos curtos Kwai.


Selo falso

Flávio Dino proíbe apreensão de drogas. Não é mais para parar os traficantes. PRF é só para multar.

Vídeo usa notícia de extinção de COEs da PRF para mentir que Dino proibiu instituição de atuar na apreensão de drogas

É mentiroso o vídeo que tem viralizado nas redes que afirma que o ministro Flávio Dino teria proibido a PRF de atuar na apreensão de drogas. As peças de desinformação distorcem uma notícia publicada pelo Metrópoles em janeiro deste ano sobre a decisão de Dino de extinguir os cinco COEs (Comandos de Operações Especializadas) regionais da PRF. A medida, no entanto, não alterou as atribuições da força policial, conforme afirmou a própria instituição ao Aos Fatos.

“Além de executar o policiamento, a fiscalização e a inspeção do trânsito, também é competência da PRF a prevenção e a repressão de crimes nas rodovias federais e nas áreas de interesse da União. A instituição segue cumprindo a sua missão”, afirmou a assessoria após ter sido questionada sobre as afirmações do vídeo.

Os comandos especializados foram criados durante o governo de Jair Bolsonaro (PL) para atuar em situações de emergência, e os policiais alocados nos grupos receberam novas funções, como o apoio a polícias estaduais. A decisão do governo Lula de extinguir os COEs passa por uma tentativa de promover uma “desbolsonarização” do órgão. Os agentes que atuavam nesses agrupamentos regionais foram realocados para os COEs estaduais, que continuam ativos.

Leia mais
BIPE Bolsonaristas usam visita de Dino a favela e ação da PF contra PCC para ligar Lula ao crime
Nas Redes É falso que vídeo mostra transferência de Fernandinho Beira-Mar para presídio no RJ
Nas Redes Flávio Dino não liberou R$ 100 milhões para melhorar condições de presos no RN

Em busca no site oficial da PRF, é possível verificar que a instituição fez uma série de apreensões de entorpecentes nos últimos dias. Desde a última quinta-feira (23), ocorreram ações do tipo em São Mateus (ES), Terenos (MS), Cuiabá, Leopoldina (MG), Jataí (GO), Atibaia (SP), Bagé (RS), Porto Alegre, Porto Velho e Caruaru (PE).

O vídeo enganoso se soma a outras peças de desinformação que viralizaram nas últimas semanas e que sugerem que o ministro Flávio Dino — e, consequentemente, o governo federal — teria algum tipo de conluio com o crime organizado. Aos Fatos desmentiu, por exemplo, que o ministro teria enviado R$ 100 milhões para melhorar as condições dos presos no RN, que teria ordenado policiais a devolver armas de bandidos e que teria transferido Fernandinho Beira-Mar para um presídio no Rio de Janeiro.

Referências

  1. Metrópoles
  2. O Globo
  3. PRF (1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9)
  4. Aos Fatos (1, 2, 3 e 4)

Compartilhe

Leia também

Por um uso ético da IA no jornalismo

Por um uso ético da IA no jornalismo

falsoBolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

Bolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

falsoFilho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas

Filho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas