É falso que Elon Musk construirá torre com 1.200 metros de altura em Balneário Camboriú

Compartilhe

Não é verdade que o bilionário Elon Musk, dono do X (ex-Twitter), irá construir em Balneário Camboriú (SC) a Torre da Eternidade, empreendimento com 1.200 metros de altura. Em nota, a prefeitura desmentiu o boato. Além disso, as imagens do suposto projeto de engenharia compartilhadas pelas peças de desinformação foram criadas por IA.

As publicações enganosas acumulavam 550 mil visualizações no TikTok até a tarde desta quinta-feira (27), além de centenas de curtidas e compartilhamentos no Instagram e no Facebook. As peças de desinformação circulam também no WhatsApp, plataforma na qual não é possível estimar o alcance dos conteúdos (fale com a Fátima).

Leia mais
WHATSAPP Inscreva-se no nosso canal e receba as nossas checagens e reportagens
Prepare-se para a revolução! Elon Musk está à frente da construção da Torre da Eternidade, um arranha-céu de 1.200 metros em Balneário Camboriú

Vídeo reproduz imagens geradas por IA e engana ao alegar que Elon Musk irá construir torre de 1.200 metros de altura em Balneário Camboriú

Posts mentem ao afirmar que o empresário Elon Musk anunciou a construção de um empreendimento imobiliário em Balneário Camboriú chamado Torre da Eternidade, que terá 1.200 metros de altura e 250 andares. Em nota enviada ao Aos Fatos, a prefeitura desmentiu as alegações, que circulam nas redes desde o fim de maio, e afirmou que o Plano Diretor da cidade não permite edifícios com o porte citado pelas peças de desinformação.

Em busca nas redes, a reportagem também não localizou nenhuma publicação em que Musk anuncia a intenção de construir um empreendimento imobiliário no município catarinense.

Além disso, o vídeo compartilhado pelas peças de desinformação contém imagens geradas por inteligência artificial. Na foto em que aparece supostamente diante da obra da Torre da Eternidade, por exemplo, Musk tem a pele plastificada e os olhos deformados (veja abaixo).

Trecho do vídeo mostra foto de Elon Musk gerada por IA. Sua pele parece plastificada e seus olhos estão deformados
Distorções. Foto presente no vídeo desinformativo mostra Elon Musk com pele plastificada e olhos deformados (Reprodução).

Já as imagens que supostamente mostrariam o projeto do edifício são, na verdade, registros de outro empreendimento construído no município catarinense: a One Tower, edifício de 290 metros de altura inaugurado em 2022 (veja comparação abaixo).

Comparativo mostra que o prédio exibido no vídeo (à dir.) é na verdade o One Tower (à esq.), empreendimento da Havan em parceria com a construtora FG lançado em 2022
Prédio antigo. Comparativo mostra que o prédio exibido no vídeo (à dir.) é na verdade o One Tower (à esq.), empreendimento da Havan em parceria com a construtora FD, lançado em 2022 (Reprodução).

Leia mais
Nas Redes É falso que internet da Starlink é a única disponível no RS durante enchentes
Nas Redes Anúncio de que Elon Musk dará internet grátis para brasileiros é falso e esconde golpe

É fato, no entanto, que há empreendimentos imobiliários de grande porte em análise pela prefeitura. É o caso, por exemplo, da Triumph Tower, arranha-céu projetado para ter 154 andares e 500 metros de altura — menos da metade do porte do prédio inventado pelas peças de desinformação.

Balneário Camboriú também possui seis dos dez prédios residenciais mais altos do Brasil, de acordo com a CTBUH (Conselho de Edifícios Altos e Habitat Urbano, em inglês), organização internacional que certifica arranha-céus ao redor do mundo. Dos seis edifícios, cinco ocupam as primeiras posições no ranking. O mais alto deles é a One Tower.

Compartilhe

Leia também

Ações clandestinas da ‘Abin paralela’ realçam violências reais

Ações clandestinas da ‘Abin paralela’ realçam violências reais

falsoIdosa foi presa por tráfico, não por participar dos atos golpistas do 8 de Janeiro

Idosa foi presa por tráfico, não por participar dos atos golpistas do 8 de Janeiro

falsoLula devolveu 423 presentes recebidos durante mandatos anteriores

Lula devolveu 423 presentes recebidos durante mandatos anteriores