Foto não mostra senadora Eliziane Gama disfarçada entre golpistas do 8 de janeiro

Por Luiz Fernando Menezes

18 de setembro de 2023, 16h08

Não é verdade que a senadora Eliziane Gama (PSB-MA) foi flagrada em meio aos manifestantes do ato golpista ocorrido no dia 8 de janeiro em Brasília, como afirmam publicações nas redes. A imagem que tem sido compartilhada mostra o momento em que a senadora deixava a reunião do governo de transição em Brasília no dia 9 de dezembro de 2022, data em que a seleção brasileira enfrentou a Croácia nas quartas de final da Copa do Mundo.

A foto descontextualizada tem sido compartilhada principalmente no WhatsApp, plataforma na qual não é possível estimar o alcance (fale com a Fátima). O conteúdo também aparece em publicações no Facebook e no Instagram, onde foram compartilhadas centenas de vezes.


Selo falso

Dia 8/1/23 INVASÃO. Adivinha quem é esta pessoa disfarçada de BOLSONARISTA?

Foto de Eliziane Gama com camiseta da seleção circula com legenda que sugere que parlamentar estaria infiltrada nos atos de 8 de janeiro

Publicações nas redes enganam ao afirmar que uma foto que mostra Eliziane Gama com a camiseta da seleção brasileira de futebol teria sido tirada em 8 de janeiro e provaria que a senadora teria participado da invasão aos Três Poderes “disfarçada de bolsonarista”. A imagem, na verdade, foi registrada em 9 de dezembro de 2022, na saída do CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil) de Brasília, e publicada pela Folha de S.Paulo.

No primeiro plano, delegado Andrei Rodrigues caminha e fala ao telefone. Ao seu lado, Eliziane Gama aparece de camiseta da seleção brasileira
Copa do Catar. Foto mostra integrantes do governo de transição na saída do CCBB horas antes da partida entre Brasil e Croácia (Reprodução/Folha de S.Paulo)

Naquele dia, Gama participava de uma reunião do governo de transição, que estava sediado no centro cultural. Mais tarde, a seleção brasileira iria disputar as quartas de final da Copa do Mundo contra a Croácia e, por isso, algumas pessoas que compareceram ao encontro estavam vestidas com camisas da seleção.

Leia mais
Nas Redes Corrente usa desinformação para atacar senadora Eliziane Gama, relatora da CPMI
Nas Redes Posts usam resultados do Jusbrasil para acusar falsamente Eliziane Gama de responder a 70 processos

Não há indícios de que Gama tenha participado da invasão no dia 8 de janeiro. Contatada pelo Aos Fatos, a assessoria afirmou que a senadora estava em sua casa, em São Luís, no momento dos atos golpistas. Em suas redes, ela publicou um vídeo em que mostra sua visita ao Senado na manhã do dia 9: “É um cenário de guerra”, diz a parlamentar na gravação.

A peça de desinformação também erra ao afirmar que o homem que aparece na foto ao lado de Gama é seu segurança. As imagens mostram o delegado Andrei Rodrigues, que, naquele mesmo dia, havia sido escolhido pelo governo de transição como futuro diretor-geral da PF (Polícia Federal).

Referências:

1. Folhapress
2. Folha de S.Paulo
3. G1
4. Instagram (elizianegama)

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.