🕐 ESTA REPORTAGEM FOI PUBLICADA EM Setembro de 2023. INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE TEXTO PODEM ESTAR DESATUALIZADAS OU TEREM MUDADO.

É falso que Biden ignorou Lula durante evento em Nova York

Por Marco Faustino

21 de setembro de 2023, 15h58

Não é verdade que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, ignorou o cumprimento do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) durante o lançamento de uma coalizão de defesa dos direitos dos trabalhadores em Nova York na última quarta-feira (20), como afirmam publicações nas redes. O vídeo usado pelas peças como suposta prova da alegação enganosa mostra apenas um trecho do encontro e omite que os chefes de Estado haviam trocado um aperto de mãos momentos antes.

Posts com o conteúdo enganoso acumulavam 220 mil visualizações no TikTok e centenas de curtidas no Instagram até a tarde desta quinta-feira (21). As peças de desinformação também circulam no WhatsApp, plataforma na qual não é possível estimar o alcance (fale com a Fátima).


Selo falso

Lula é ignorado por Joe Biden

Vídeo omite momento em que Joe Biden cumprimenta Lula para dizer que presidente brasileiro foi ignorado por americano durante evento em Nova York

Diferentemente do que fazem crer publicações nas redes, Lula não foi ignorado por Biden durante o lançamento de uma coalizão em defesa dos direitos trabalhistas em Nova York na última quarta-feira (20). A gravação compartilhada pelas peças de desinformação mostra as cenas finais do encontro e omite que os dois chefes de Estado trocaram um aperto de mãos momentos antes.

Na transmissão oficial do evento, é possível ver que Biden e Lula se cumprimentam pouco depois do fim do discurso do presidente brasileiro. A iniciativa parte, inclusive, do chefe de Estado americano. Já o trecho mostrado pelas peças de desinformação ocorre minutos mais tarde, após o discurso do diretor-geral da OIT (Organização Internacional do Trabalho), Gilbert Houngbo. Na gravação, é possível ver que Houngbo cumprimenta Biden, que sai do púlpito pelo lado direito, e então cumprimenta Lula, que sai pelo lado esquerdo.

No evento, Biden e Lula lançaram a Parceria pelo Direito dos Trabalhadores, que pretende fomentar discussões e negociações que ajudem a melhorar as condições de vida dos trabalhadores. De acordo com o governo brasileiro, o objetivo é incentivar a geração de empregos com garantia de direitos trabalhistas e proteger os que trabalham para plataformas digitais, como aplicativos de transporte e entrega.

Leia mais
Tempo Real Checamos o discurso de Lula na Assembleia Geral da ONU

Horas antes do lançamento da iniciativa, Lula e Biden tiveram uma reunião bilateral às margens da Assembleia Geral da ONU, iniciada na última terça (19). No encontro, os líderes discutiram as sanções à Venezuela, a transição energética e a proteção ao meio ambiente.

Referências:

1. YouTube (CanalGov)
2. Governo federal
3. G1
4. BBC Brasil

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.