É falso que abrir parcialmente o registro do botijão gera economia de gás

Por Priscila Pacheco

11 de abril de 2022, 13h39

Não é verdade que abrir parcialmente o registro acoplado ao botijão geraria economia de gás de cozinha, como afirmam postagens nas redes sociais (veja aqui). Segundo especialistas, a diminuição da vazão apenas aumenta o tempo de preparo de alimentos, sem reduzir o gasto do insumo. Além disso, uma chama mais fraca pode se apagar facilmente, causando vazamentos e acidentes.

O vídeo enganoso reunia ao menos mil compartilhamentos no Facebook, 17.840 curtidas no Instagram e 32.900 no Kwai nesta segunda-feira (11).


Selo falso

Morri e não sabia dessa, gente. Dizem que se botar a chave do botijão de gás um pouquinho só aberta parece que dura mais tempo o gás. Será que é verdade ou mentira? Deixe nos comentários.

Vídeo mente ao dizer que abrir o registro do botijão pouco economiza gás

Abrir parcialmente o regulador de pressão acoplado ao botijão de GLP não ajuda a economizar gás. Além de não poupar o insumo, a prática recomendada no vídeo checado aumenta o tempo de preparo de alimentos e pode provocar vazamentos, já que uma chama fraca se apaga mais facilmente.

O regulador reduz a pressão do gás que vai para o fogão e serve para controlar a vazão do produto e manter a chama estável. A dica enganosa do vídeo faz com que menos gás seja enviado para o fogão, o que, segundo o Sindigás (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo), diminui a eficiência do fogão sem gerar economia.

De acordo com a entidade, isso ocorreria porque o tempo de cocção de alimentos seria maior e a mesma quantidade de gás acabaria sendo empregada.

A redução da vazão também faz com que a chama tenha menos força e se apague com facilidade, o que pode favorecer vazamentos de gás.

Segundo a Copa Energia, dona das marcas Copagaz e Liquigás, a posição errada da chave pode ainda desgastar a vedação interna da válvula de bloqueio, o que também aumenta a possibilidade de vazamento.

A baixa pressão impede ainda que todo o gás do botijão seja usado, porque falta força para esgotar o conteúdo do recipiente. Assim, o consumidor pode ser obrigado a trocá-lo antes que o insumo realmente tenha acabado.

Para economizar o gás de cozinha, é importante manter os queimadores limpos e desentupidos. O manuseio do fogão também gera economia — como, por exemplo, usar panelas proporcionais ao tamanho das bocas do aparelho.

Referências:

1. Sindigás
2. Agência Petrobrás
3. Copagaz (Fontes 1 e 2)


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.


Esta reportagem foi publicada de acordo com a metodologia anterior do Aos Fatos.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.