🕐 Esta reportagem foi publicada há mais de seis meses

Ex-vereador preso em Salvador por porte ilegal de armas não era filiado ao PT

Por Luiz Fernando Menezes

3 de dezembro de 2020, 16h31

É falsa a informação de que o ex-vereador de Guarujá Jaiminho, que foi preso no dia 25 de novembro em Salvador (BA) por transportar armas e munições, seja filiado ao PT. Na verdade, o político foi eleito em 2008 e 2012 quando estava no PP e no MDB, respectivamente. Ele também concorreu na eleição de 2004 enquanto estava filiado ao PDT. Em nota enviada ao Aos Fatos, o PT negou que o nome de Jaime Ferreira de Lima Filho esteja na lista de integrantes do partido.

Posts que trazem o vídeo com a legenda enganosa somavam mais de 5.500 compartilhamentos no Facebook até a tarde desta quinta-feira (3). Todas as publicações foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (saiba como funciona).


FALSO

Um vídeo que mostra o ex-vereador de Guarujá Jaiminho sendo detido por agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal) em Salvador (BA) tem sido compartilhado por publicações que afirmam que ele seria filiado ao PT e apoiado pelo PSOL. Preso em novembro quando transportava armas e munições em um carro, Jaime Ferreira de Lima Filho, no entanto, não faz parte do quadro do partido.

Conforme pode ser verificado no site de divulgação de candidaturas do TSE, Jaiminho concorreu a quatro eleições municipais entre 2004 e 2016, mas nunca pelo PT ou pelo PSOL. O candidato concorreu pelo PDT em 2004, pelo PP em 2008 e 2016 e pelo MDB em 2012. Não há informações sobre qualquer candidatura em 2020.

Como a base de filiados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) está fora do ar atualmente, Aos Fatos buscou informações em bases de dados antigas: não há, seja no Brasil.io ou no Cepesp-FGV (Centro de Política e Economia do Setor Público da Fundação Getúlio Vargas), registro de que Jaiminho tenha sido filiado a qualquer um dos partidos antes de 2018.

Contatada pelo Aos Fatos, a assessoria do PT também afirmou que o nome Jaime Ferreira de Lima Filho não consta na lista de filiados do partido.

A peça de desinformação ganhou tração principalmente após a publicação feita pelo perfil oficial do deputado federal Capitão Augusto (PL-SP) no Facebook no dia 30 de novembro. O Aos Fatos entrou em contato com a assessoria do deputado no começo da tarde desta quinta-feira (3) para que ele pudesse comentar a checagem, mas não recebeu resposta.

A Agência Lupa, o Boatos.org e o Estadão Verifica também publicaram checagens sobre a peça de desinformação.

Referências:

1. Agora
2. TSE (Fontes 1 e 2)
3. Brasil.io
4. Cepespdata.io


A matéria foi alterado no dia 4 de dezembro de 2020, às 11h07. Jaime Ferreira de Lima Filho foi vereador em Guarujá, não em Guarulhos como constava anteriormente no texto. A informação foi corrigida e essa alteração não modifica o selo da checagem.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.